Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Um segundo é o quanto basta para passar para de uma vida maravilhosa para uma vida de merda

Na semana passada fui buscar os gémeos à creche e reparei num carro que estava parado em segunda fila a dificultar a passagem. Passei por ele, estacionei e fui buscar os rapazes. Voltei ao meu carro, coloquei os pequenos um em cada cadeira e sai do estacionamento. Quando me aproximei da porta da creche vi que o mesmo carro continuava em segunda fila  com o senhor condutor à espera e vi uma mulher com um bebé a chegar ao carro. Ultrapassei o carro e segui viagem.

Parei uns metros mais à frente num semáforo luminoso e percebo que o carro que estava em segunda fila Já estava atrás de mim. Pensei para mim que tinham sido mesmo rápidos a colocar o bebé na cadeira mas quando olho pelo espelho retrovisor percebi que tinham sido rápidos porque o bebe vinha ao colo da mãe. O semáforo abriu e seguimos viagem. O carro em questão foi atrás de mim por mais de um quilómetro até virar para uma urbanização de prédios onde espero eu que fosse a sua residência. 

Até hoje não consigo esquecer este episódio. Não percebo como é que as pessoas são capazes de arriscar a vida dos seus bens mais preciosos. Será que já imaginaram o peso na consciência que sentiriam se algo lhes acontecesse? Já é uma dor imensa quando se magoam quanto mais se se magoarem por negligência nossa. Temos que acabar com este facilitismo. Com este "é já ai". Temos que deixar de pensar que a vida dos nossos filhos está segura nas mãos da pessoa que vai ao volante porque, até pode ser muito bom condutor mas, circula numa estrada onde se cruza com centenas de outros que podem não ser tão bons. Um segundo é o quanto basta para passar para de uma vida maravilhosa para uma vida de merda. É importante que todos nós percebamos isso e deixemos de brincar com a vida dos pequenos.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.