Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Um dia são um amor, noutro...

No sábado deixamos os gémeos umas horas na madrinha enquanto fomos fazer umas compras. Quando os fomos buscar a madrinha fartou-se de os elogiar, dizendo que os achava muito mais crescidos e calmos. Eu confirmei, parece que finalmente ganharam tino e começam a fazer as coisas que lhes dizemos. Quase nem têm feito asneiras.Voltei contente para casa porque os meus pequenos estavam finalmente a ganhar tino. 

O sábado passou, deu lugar ao domingo e os meus pequenos transformaram-se em dois Gremlins. De manhã estava a fazer um bolo, abri o frigorifico e peguei em dois ovos em cada mão. O Santiago vem a correr e fecha a porta do frigorifico ainda com as minhas mãos no interior. Claro que deixei cair os ovos com o entalão que levei. Fiquei com o frigorifico e com o chão todo sujo. Depois fui estender roupa, o Salvador aparece do nada pega numa sandália do Leonardo e atira-a janela fora. ainda se preparava para atirar mais coisas mas fechei a janela a tempo.

Mais tarde tivemos umas visitas em casa, estávamos na conversa até que percebemos que os gémeos estavam muito calados. Fomos à procura deles e encontramos-los fechados na casa de banho a fazer das suas. Abriram o armário e divertiram-se a deitar tudo para a sanita. Quando digo tudo é mesmo tudo. Cotonetes, caixas de cotonetes, sabonetes, pensos rápidos...

Para acabar o dia, porque ainda não tinham aprontado o suficiente, roubaram uma banana da fruteira sem que déssemos conta. Só nos apercebemos quando fomos ver porque estavam sossegados e descobrimos dois meninos barrados de banana. Banana na roupa, no cabelo, no corpo, no chão, na capa do sofá, no sofá e inclusive banana nos calções do Guilherme que, é tão atento que, para além de não ver o que os irmãos estavam a fazer ainda se sentou em cima do chiqueiro.

Ainda bem que isto agora é só de vez em quando porque o meu coração não aguenta tanta emoção forte. Acho que há dias que acordam mais inspirados ou talvez seja uma forma de nos mostrarem que não nos devemos habituar à boa vida.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.