Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

O Kobold mudou a nossa vida

Quem nos segue sabe que os problemas alérgicos são uma constante na nossa vida. O que talvez não saibam é que o inverno de 2019/2020 foi um dos piores de todos. Os gémeos passaram um pouco melhor ainda que com muito recurso ao Nasomet e alguns episódios de câmara expansora. O Leonardo viveu, como habitualmente, o inverno todo com o nariz tapado. Soro, água do mar e muitas bombadas de Nasomet o que não evitou as hemorragias nasais constantes. Era inevitável que duas a três vezes por semana acordasse com a cama suja de sangue. 

Já eu vivi o prior inverno que tenho memória. Dores de garganta e ouvidos chegaram em Dezembro e nunca mais me largaram. Andei afónica o Janeiro inteiro. Sentia constantemente falta de ar, dificuldade em respirar. Fui várias vezes ao otorrino que me receitou muitos remédios e afins, tudo sem resultado. Só melhorei quando me furaram um tímpano e aspiraram as secreções. Claro que quase desmaiei de dores no consultório e passei os dias seguintes fora de mim mas acabou por melhorar. 

De seguida veio a primavera e... nem queiram imaginar. O verão sim foi óptimo mas em Setembro começamos a sentir os primeiros sintomas do Outono. Os miúdos já estavam com a tosse constante e narizes congestionados. O meu ouvido recomeçou a doer. 

Foi nessa altura que resolvi experimentar uma coisa. Liguei a uma amiga e adquiri o Kobold. Confesso que quando olhei para o valor a pagar me questionei que seria um bom investimento, mas como tenho total confiança na pessoa que fez o favor de nos apresentar avancei. O sistema chegou numa quinta feira, eu corri a montar e usar. Aspirei a casa de alto a baixo com uma rapidez incrível e senti o meu primeiro uau. Eu normalmente aspirava, de seguida passava a mopa no chão para tirar o pó ou cabelos que tinham ficado para trás e que enquanto passava a esfregona ainda vislumbrava pequenos detritos no chão. Imaginam o tempo e a canseira que era todos este processo? Uma utilização da nova máquina e nem um grão de pó para contar a história.

Depois lavei o chão com a peça que lava e aspira ao mesmo tempo e ficou um brinco.  Cheguei ao fim da limpeza sem me sentir minimamente cansada e sem dores de costas. O que foi um óptimo sinal para mim. Outro excelente sinal foi o marido ter questionado o que eu tinha feito de diferente porque o chão estava mais brilhante. Quando o informei que o brinquedo novo havia chegado e o tinha estado a experimentar ficou impressionado.

Acho que também ele estava algo apreensivo com a compra mas ao fim de uma semana já estava rendido. O pó fino era uma constante nas nossas vidas, muitas vezes quem não aspirava brincava com o que o havia feito, dizendo em tom de brincadeira que apenas tinha fingido aspirar. Costumava limpar à sexta e no domingo a seguir ao almoço o marido pegava no tubo da aspiração e dava um jeito porque o cotão já estava visível por todo o lado. O Kobold chegou e eu aspirei tudo na quinta, no domingo perguntei ao marido se ia experimentar a máquina e ele respondeu:

- Aspirar o quê?

Este foi o segundo grande ponto positivo. Notamos que a limpeza durava mais tempo. Os móveis pretos, os vidros, os aparelhos electrónicos passaram a aguentar uma semana sem ficarem brancos. 

Na semana seguinte fiz uma limpeza a seco à carpete da sala e esta ganhou uma nova vida. Retirei também todo o pó dos sofás, colchões, almofadas, peluches e ainda dos carros. Depois disso tudo mudou. 

Não pode ser pura coincidência termos passamos o melhor inverno das nossas vidas. O Leonardo está sem qualquer hemorragia nasal desde Outubro. Os gémeos não tiveram mais tosse nem falta de ar. Também não surgiram as erupções cutâneas que os atormentaram nos últimos Invernos e que nos levaram aos cremes com corticoides. O Nasomet passou de prazo e não foi necessário comprar mais. Eu que tinha crises sempre que se acendia o lume da lareira passei o inverno todo com ela a queimar lenha. 

Ganhamos saúde, tempo e vidas levezinhas. Os miúdos adora mexer no sistema e eu aproveito sempre que querem ajudar uma vez que é fácil de utilizar. Adoro a preocupação ambiental da marca com os seus consumíveis ecológicos  assim como a poupança de energia e água.

Fiquei de tal forma rendida que aceitei o desafio que me foi lançado e juntei-me à equipa de consultores da marca. Quero ajudar outros a verem as suas vidas e saúde melhoradas. Quero colocar sorrisos no rosto tal como me acontece quando penso nos benefícios que nos trouxe. Um sistema de limpeza e saúde que muitos, tal como eu, nem sabem o quanto lhes faz falta.