Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Só me fazem passar vergonha

- Então vizinha está melhor?

- Cá vou andando. - respondi

- Entrem aqui para o quintal para falarmos melhor.

- Claro que sim. Então é você está melhor?

- Na minha idade já sabe não temos grandes melhoras.

- Vizinha.

- Diz rapaz.

- Tens que limpar estes brinquedos porque estão muito sujos!

Lá se vai a boa relação entre vizinhos 🙄

A conversa continua

Encostei-me ao carrinho de compras e senti um choque na barriga. Pensei que tinha sentido uma descarga de energia estática até que vi uma vespa. Já em casa o Salvador quis ver a minha picada.

- Que barriguinha mais linda. É tão fofinha! Ó mãe quando é que ela vai ficar grande?

- Grande?

- Sim quando é que ela vai ficar muito grande e depois saí um bebé.

- Já disse que tens que pedir ao pai.

O marido não está a gostar muito da brincadeira 🤣

Aprender a esperar

- Mãe quero água!

- Santiago tens que esperar um minuto que tenho as mãos sujas.

- Mas eu quero água.

- Já dou.

- QUERO ÁGUA! Estou cheio de sede.

- Santiago tens que aprender a esperar.

... 

- Meninos vamos embora.

- Já vamos.

- Não é já vamos. Estamos a ficar atrasados. Vamos embora.

- Calma estamos a ir.

- Toca a despachar! Mexam essas pernas.

- Mãe sabes uma coisa?

- Diz Santiago?

- Tens de aprender a esperar. 

Depois do cheiro terrível

Pouco depois de apanhar o Santiago a tentar colocar água no ouvido deparei-me com outra situação. Estava a sair da cozinha e vi o rapaz a colocar uma almofada grande e quadrada no cimo das escadas. Parei atenta para entender o plano dele. Com paciência ajeitou a almofada até ficar na posição que queria e preparou-se para se sentar em cima dela.

- Santiago! Não estás a pensar escorregar pelas escadas a baixo em cima da almofada? Pois não?

- Sim. É como se fosse um trenó. - afirmou de sorriso no rosto

- Nem penses que ainda te mágoas. Vai para cima. 

Lá foi ele triste a arrastar a almofada quase maior que ele. Mãe sofre!!! 

 

Um cheiro terrível

No fim de semana fiquei um pouco sozinho com os rapazes. Estava eu relaxada a ler quando ouvi o som de água a correr. Notei que o som nunca mais parava pelo que fui verificar o que se passava. Cheguei à casa de banho e encontro o Santiago debruçado numa posição esquisita sobre o bidé.

- Santiago o que estás a fazer?

Olhou para mim com a cara toda molhada. 

- Estou a tentar lavar o meu ouvido!

- Lavar o ouvido?

- Eu coloquei o dedo lá dentro e depois cheirei. Tem um cheiro terrível.- disse enquanto fazia a maior careta. 

As coisas que eles se lembram🤣

Comidas estranhas

- Mãe quando é que fazes outra vez caromões?

 - Caromões?

- Sim quando é que fazes outra vez?

- Se eu soubesse o que é isso até fazia mas não sei.

- São caromões.

- Isso não existe.

- Existe sim. Tu já fizeste. São aqueles bichos cor de laranja com bigodes.

- Camarões.

- Sim foi o que eu disse caromões.

 

- Mãe está carne está deliciosa.

- Pois está. 

- Amanhã vou querer comer mais entrepassada.

- Vais querer mais o quê?

- Está carne, entrepassada.

- Entremeada.

- Pois isso.

🤣🤣🤣