Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Exausta

O cansaço tomou conta de mim. Não foi uma coisa rápida. Foi crescendo e acomulando ao longo do tempo. 

Imaginem que estão a brincar na água fria do mar ou do rio. No início está tudo óptimo. Um pouco depois começam a sentir o corpo a arrefecer mas a brincadeira está a ser tão divertida que adiamos a saída. Algum tempo depois começamos a sentir frio mas como somos teimosos continuamos a brincar. Ficamos a aproveitar até que damos por nós a bater o dente, aceitamos então que precisamos sair e aquecer. 

O aparecimento do cansaço, da exaustão foi muito similar. Apareceu e foi crescendo um pouco a cada dia que passa. Não é falta de horas de sono porque durmo muito bem. É apenas resultado da correria constante entre um emprego a tempo inteiro e manter uma casa de seis. É a correria de que saí à que horas e quem o vai buscar. São os dias de piscina, de futebol, de explicações, de desporto escolar. As consultas e consultas...

Estou esquecida e baralhada. O marido reclama porque não puxo o travão de mão do carro. Troco microondas com armários. Todos os dias digo que vou tentar ser melhor mãe, melhor esposa mas quando chega a noite estou saturada e nem tenho paciência para mim. 

Sei que é apenas uma fase. As férias estão mesmo à porta. No entanto temos tanta coisa para fazer nesses dias que nem sei se vou conseguir descansar. 

O meu irmão

Em Setembro o Leonardo começou a frequentar o quinto ano. Voltou a estar na mesma escola do irmão mais velho e nós notámos uma grande diferença nos dois. 

A primeira melhoria foi o facto do Guilherme ter deixado de dizer que não gosta da escola e que não queria ir. Agora acorda animado, até empolgado. Conseguem estar prontos a horas e saímos de casa sem correrias, nem chatices. Está mais empenhado nas disciplinas e no estudo. 

O Leonardo anda radiante, não só está com todos os colegas como se encontra com o irmão algumas vezes. 

Esta semana o Guilherme faltou um dia pois tinha consulta. O Leonardo já não queria ir porque ia ficar sozinho. Eu argumentei que eles mal se cruzam durante o dia. Os intervalos são pequenos, nem sempre almoçam à mesma hora, quase nunca saem ao mesmo tempo. Argumentei tudo isto e a resposta foi.

- Mas eu sei que ele está lá!

E a verdade é mesmo essa. Um irmão trás uma sensação de aconchego que não é possivel colocar em palavras. Podem discutir, guerrear, brigar mas estarão sempre lá uns para os outros. 

Pijama ou pesadelo

Hoje é dia do pijama pelo que a maioria das crianças são desafiadas a passarem o dia de pijama. É um dia que elas costumam adorar. Passam o dia com a vestimenta mais confortável e aconchegante. Quem é que não adora vestir o seu pijama, seja graúdo ou criança?

Escolhi dois pijamas fantásticos para os rapazes levarem para a escola. O Salvador vestiu o seu sem problemas e encheu o peito de orgulho porque ia ser o polícia da sala.

O Santiago olhou para o dele e disse que não. Afirmou que o pijama do homem aranha não servia para a ocasião. Tentei compreender e deixei a escolha a cargo dele. Vinte minutos depois tinha experimentado todos e não queria nenhum. Um tinha um urso e não podia ser. O outro era azul, claro que não. Um estava excluído por ter naves espaciais.

Respirei fundo e sugeri que fossemos ver se o Leonardo tinha algum que ele gostasse. O único que não lhe ficava gigante tinha caveiras. Primeiro disse que sim mas depois de vestido já não quis. 

Claro que a minha paciência esgotou. Vestiu o que eu quis. Chorou grande parte do caminho. 

Chegamos à escola, os colegas estavam vestidos com pijamas do batman, super homem e afins.

- Afinal podia ter vestido o homem aranha.

😒Nesse momento percebi que não tive uma gaja mas tenho um gajo com feitio de gaja. Deus me de paciência... 

Clausura

Estou fechada em casa desde sábado. Saí ontem, por breves momentos, para ir ao médico com os rapazes. Este apenas confirmou o meu diagnóstico de varicela.

Os próximos dias prometem. Os rapazes passam o dia a mostrar-me cada borbulha nova que descobrem. Não sossegam dois minutos e cada vez que um toca no outro oiço:

- Mano cuidado com a minha varicela. MÃE o mano tocou numa das minhas varicelas!!!!

Rezem por mim🤪

Fazem 5 anos

Hoje é o dia dele. 

Família-66.jpg

E dele. 

Família-89.jpg

Foi neste dia que a nossa família aumentou e se tornou assim. 

Família-35.jpg

Nem sempre as coisas são fáceis. Existem dias maus e outros bons. Os bons são mais que os maus e mesmo que não fossem não trocava nada. Adoro todos os meus filhos. Adoro a casa cheia de barulho. As gargalhadas de crianças. As quezílias. A amizade. O amor.

Que este cinco se transformem em mais, muitos mais. 

Agora vou só chorar um pouco porque o tempo passa rápido demais😭

Depois do cheiro terrível

Pouco depois de apanhar o Santiago a tentar colocar água no ouvido deparei-me com outra situação. Estava a sair da cozinha e vi o rapaz a colocar uma almofada grande e quadrada no cimo das escadas. Parei atenta para entender o plano dele. Com paciência ajeitou a almofada até ficar na posição que queria e preparou-se para se sentar em cima dela.

- Santiago! Não estás a pensar escorregar pelas escadas a baixo em cima da almofada? Pois não?

- Sim. É como se fosse um trenó. - afirmou de sorriso no rosto

- Nem penses que ainda te mágoas. Vai para cima. 

Lá foi ele triste a arrastar a almofada quase maior que ele. Mãe sofre!!! 

 

Um cheiro terrível

No fim de semana fiquei um pouco sozinho com os rapazes. Estava eu relaxada a ler quando ouvi o som de água a correr. Notei que o som nunca mais parava pelo que fui verificar o que se passava. Cheguei à casa de banho e encontro o Santiago debruçado numa posição esquisita sobre o bidé.

- Santiago o que estás a fazer?

Olhou para mim com a cara toda molhada. 

- Estou a tentar lavar o meu ouvido!

- Lavar o ouvido?

- Eu coloquei o dedo lá dentro e depois cheirei. Tem um cheiro terrível.- disse enquanto fazia a maior careta. 

As coisas que eles se lembram🤣

Um mega mau dia

 - Mãe hoje foi um mega mau dia!

- A sério filho? Porquê?

- Fiquei de castigo mas não fiz nada de mal.

- Vocês nunca fazem nada.

- Foi assim. O Salvador estava a chorar. A professora perguntou porquê e ele disse que o Santiago não queria brincar com ele. Então ela colocou a mim de castigo. Eu disse que era o Santiago C. mas ela não ouviu. Eu não fiz nada e fiquei de castigo.

- Salvador estavas a chorar porquê?

- Eu queria brincar com o Santiago C. mas ele não queria brincar comigo.

- Vês eu disse que não fiz nada. Foi mesmo um mega mau dia.