Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Hoje não quero ir à escola

- Meninos são horas de acordar.

- OH...

- Tem de ser.

- Eu não quero ir à escola! - diz o Santiago

- Eu tenho que ir trabalhar.

- Mas eu quero dormir mais um bocadinho.

- Não pode ser.  Salvador não te mexes?

- Estou tão aconchegadinho aqui na minha caminha. Quero ficar aqui o dia todo.

No fundo a ideia até não era má. Entrava na cama deles e ficávamos ali e riscados no quentinho. Aproveitava o momento para sentir o calor do corpo deles.

No entanto não podia mesmo ser. Lá saímos para este dia gelado e enevoado. 

Eu e o frio

Sou imensamente friorenta, tenho constantemente as mãos e os pés gelados. Trabalho numa zona fria e utilizo a técnica dos líquidos quentes para aquecer no entanto deparo-me com um problema nesta técnica.

Bebo uma chávena de chá a ferver e aqueço um pouco, sinto-me melhor e as mãos passam de geladas a frias. Passado um pouco a bexiga começa a dar sinal. Eu ignoro e deixo-me estar até já não aguentar. Mas chega ao ponto em que já não dá mais e tenho que ir à casa de banho que não têm qualquer tipo de aquecimento. Claro que arrefeço consideravelmente depois olho para a torneira e só me apetece chorar a água é tão fira que me congela as mãos. Volto a bater o dente para a secretária e resolvo beber mais um copo de chá para aquecer. Pouco depois a bexiga informa-me que está a ficar cheia…

É um ciclo vicioso quanto mais bebo para aquecer mais vezes tenho que ir gelar à casa de banho.

Ainda falta muito para o verão?