Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Será que os electrodomésticos tem sentimentos?

O nosso micro-ondas já tinha visto melhores dias. No fim de semana o marido resolveu retirar o velho do lugar e ir comprar um novo. Para chegar ao aparelho em questão teve que retirar primeiro o forno para ter acesso ao outro.

Depois das compras feitas voltamos a casa e o marido tratou de montar tudo de novo. O micro-rondas novo ficou muito bem e estávamos radiantes até percebermos que o forno deixou de ter luz no interior. Não conseguimos perceber como é que a luz se fundiu já que tratamos o aparelho com o máximo cuidado. O pior de tudo é que a luz não pode ser substituída pelo interior do forno. Podemos tentar desmonta-lo mas tenho medo que resolva deixar de trabalhar de vez. 

Por vezes acho que os electrodomésticos tem sentimentos,  já não é a primeira vez que substituímos um e outro avaria logo de imediato. Quando mudamos a máquina de lavar loiça à uns anos atrás a máquina da roupa reformou-se no dia seguinte.  Não sei se por inveja ou por se sentirem postos de parte mas a verdade é que cá em casa estes itens tendem a mostrar-se caprichosos. 

Será que é apenas cá em casa que isto acontece?

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.