Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Sempre no supermercado

Na segunda-feira passei no supermercado antes de ir para a consulta do Guilherme. Eram 9 horas, em ponto, e lá estávamos nós a comprar uma meia dúzia de coisas que nos faltavam. Na charcutaria pedi queijo, fiambre, presunto e mortadela de peru sem azeitonas ( é o que recheia as sandes do Leonardo todos os dias e por isso nunca pode faltar). Fui buscar fruta e outras coisas, sempre à pressa para não nos atrasarmos para a consulta. Paguei as coisas e fomos embora.

Depois da consulta passei em casa a deixar as coisas e apercebi-me que me tinha esquecido de comprar algumas coisas, só para variar. Corri tudo à procura da mortadela mas não a encontrei. Lembro-me da senhora a ter fatiado por isso tenho a certeza que a pedi. Mas a verdade é que não a paguei nem tão pouco chegou a casa. Conclui que a senhora não deve ter colocado a mortadela no saco que me entregou com todos os produtos.

Aproveitei a hora de almoço e fui novamente ao supermercado comprar o que me tinha esquecido. Mais uma vez fui à pressa e pressa é amiga da perfeição. Resultado, trouxe a mortadela mas esqueci-me dos ovos e do comer para os peixes.

Na terça-feira fui a dois supermercados à hora de almoço, afinal com tanta boca a comer temos que aproveitar as promoções. Comprei tudo o que me lembrei e outras coisas que achei que devia comprar. Lembrei-me dos ovos mas esqueci-me do comer dos peixes. Resolvi voltar ao supermercado às 18H porque os peixes já não comiam à 3 dias e corria o risco de se comerem uns aos outros.

Lá fui eu depois do trabalho. Entrei, comprei só o comer que me faltava e rumei a casa toda contente por não ter tudo o que precisava. Chego à garagem e o marido estava a chegar com os miúdos. O marido quer levar os sacos das compras e diz para eu levar os miúdos. Metemos-nos dentro do elevador e subimos. Chegamos ao nosso andar, o marido sai para abrir a porta de casa e eu fico a segurar o elevador para os pequenos saírem. Sai o Leonardo, o Santiago, o Salvador  e depois saiu eu. Ao sair do elevador grito ao mesmo tempo que corro:

-Os ovos!

Tarde de mais... O Santiago tratou de tirar a embalagem dos ovos do saco das compras, a embalagem abriu-se e eis que temos 12 ovos no meio do chão.O Leonardo começa a chorar que gosta muito de ovos e não os vai poder comer, os gémeos vêm uma poça e só querem chapinhar nela.Que confusão. Lá os conseguimos por todos dentro de casa e eu fiquei a limpar.

Sabem o quanto é difícil limpar tanto ovo? Que trabalheira e o pior de tudo é que hoje tenho que voltar ao supermercado para comprar ovos

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.