Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Sem querer criei um pequeno monstro

No inicio destas férias da pascoa o Leonardo andava muito aborrecido. Passava o tempo todo a dizer que não havia nada para fazer e eu propus-lhe que lesse um livro do Diário do Banana. Queixou-se que era enorme, que não era capaz de ler tantas páginas e nem queria tentar. Eu expliquei-lhe que era suposto ler um pouco de cada vez e assim ia lendo o livro ao longo de uns dias. Tornou a insistir que não conseguia e eu tentei outra estratégia. Disse-lhe que se queira jogar um pouco de vídeo jogos teria que ler dez páginas primeiro. Ele amuou e pegou no livro porque já sabia que eu não iria voltar atrás.

Passado um pouco veio ter comigo e disse-me:

- Mãe estava tão distraído a ler que li logo quinze páginas.

- Tão rápido? Afinal não é assim tão difícil.

- Não até é muito giro.

Depois de jogar um pouco agarrou-se outra vez ao livro. Acabou o primeiro, o segundo e o terceiro volume. Na quinta feira antes da Pascoa fui à pressa comprar o numero quatro para o rapaz. Depois fomos dar um passeio e visitamos o planetário. Assim que chegamos ao carro pegou no livro novo comprado e começou a ler. Nessa noite só saiu do quarto para jantar e no dia seguinte logo pela manhã já tinha acabado o livro. 

o marido reclama que criei um pequeno monstro e que não temos dinheiro para comprar livros todos os dias. Eu sei que tem razão e tentei ir à biblioteca municipal mas bati com o nariz na porta. Tenho que voltar outro dia para ver se têm o resto da colecção porque o rapaz não para de me pedir o numero cinco para ler.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.