Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Salvador

Seguiste o teu irmão e quinze minutos mais tarde estavas entre nós. Também não consegui pegar em ti e apenas tive direito a um breve olhar antes de ires ter com o teu irmão. Acho que já te contei que Santiago teve sem reagir até tu chegares. Os médicos temeram o pior, então tu chegaste e tudo mudou. Percebemos nesse momento que vocês precisam um do outro como os seres normais precisam do ar que respiram. Olho para vocês e vejo dois seres um ser só. Não sei como explicar mas apesar de serem dois, com diferentes personalidades e maneiras de ser, parecem ser um só.

Adoro esse laço que vos une e em partes tenho ciumes dessa ligação. Para os vossos irmãos sempre tive em primeiro lugar. Adorei que precisassem de mim para tudo. Adorei que olhassem para mim como se fosse a única coisa importante do mundo. Com vocês é diferente. Sim precisam de mim e adoram-me mas sinto que precisam do outro gémeo mais do que da mãe. Adoro esse laço e ao mesmo tempo tenho ciumes de não conseguir entrar nesse mundo só vosso.

Agora voltando a ti meu Salvador porque já me estava a desviar do tema. Chegas aos quatro anos com uma alegria imensa. O mundo pode estar a ruir mas para ti está sempre tudo bem. Estás sempre a brincar, a rir, a correr. A infância fica-te tão bem. Costumo brincar contigo dizendo que és o meu palhacinho porque para ti tudo é brincadeira. Quando estou a ralhar contigo começas nas palhaçadas e depressa tudo fica esquecido entre risos. És calmo e meigo e muitas são as vezes em que apazigua o teu irmão. Adoro quando andas de volta dele e lhe dizes para ter calma. Quando lhe dás beijos e abraços se o vês a chorar.  Adoro a forma como distribuis beijinhos pelos teus amigos quando são horas de sair da escola. Adoro a forma como disfarças quando fazes asneiras, do género eu não fiz nada.

Também sei que apesar de seres o mais calmo és também o mais sacana. Sei que desencaminhas o teu irmão para as situações mais arriscadas. Sim, vocês estão sempre a fazer metidos em sarilhos. Nunca vi crianças com uma imaginação tão fértil para sarilhos. Basta olhar para o teu sorriso de safado para perceber que és fresco. 

Adoro o teu ar de menino que não faz mal a uma mosca mas depois parte a loiça toda. Adoro a tua meiguice e tua curiosidade. Queres saber tudo sobre o mundo, principalmente sobre dinossauros. 

Espero que mantenhas essa curiosidade e esse espírito livre durante a tua vida. Vou adorar ver-te crescer. O meu coração derrete-se por ti.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.