Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Reutilizar no regresso às aulas

Neste últimos dias a minha vista tem sido inundada de fotos sobre o regresso às aulas. Pelas minhas contas vi cerca de 15000 mochilas LOL, 10000 do Homem aranha ou de um outro qualquer super herói. Perdi a conta a estojos e material novinho em folha. Assisti a reportagens em que os pais afirmavam ter gasto largas centenas de euros, por cada criança, para o regresso às aulas.

Assimilei isto tudo pensado no quanto a nossa família não é normal. Ora vejamos, o Guilherme foi o que nos custou mais dinheiro. Uma mochila, um dossier e os livros de atividades. Nisto tudo pouco passamos de uma centena de euros, dos quais mais de dois terços foram gastos nos livros. O estojo é o do costume e os materiais foram reutilizados.

O Leonardo ficou ainda mais barato. Herdou os manuais e livros de atividades do irmão. A mochila e os estojo foram lavados e reutilizados bem como todos os materiais que estavam em condições. O único material novo que teve direito foi a um dossier, um compasso e lápis com uma numeração diferente para Educação visual.

Tenho ideia que os meus filhos devem ser das poucas crianças que iniciam o ano com meia borracha ou com um lápis insertado. Recuso-me a engordar os estojos com material novo quando o que tinham ainda está em condições. Recuso-me por um ideal ecológico, económico e socialista. 

Não quero com esta publicação condenar quem gosta de encher as crianças de material novo mas sim alertar que podemos ser diferentes.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.