Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Quase a roer as unhas

Primeiro teste do quinto ano do Guilherme. Muito estudo, poucas certezas. Eu estou ansiosa, tão ansiosa que até estava capaz de roer as unhas.  O pior é que este nervosismo não vai passar tão cedo. Vai abrandar ou não quando ele me disser como correu mas só vai passar quando vir a nota.

Só espero que o rapaz não se deixe levar pelos nervos e que o professor seja rápido a corrigir.

Eu sei que estou a exagerar por causa de um teste mas vejo o rapaz muito aluado e o marido já diz que se calhar este ano temos que avançar para a medicação. Eu cá só quero que o meu Gui  prove mais uma vez que consegue.

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Catarina 23.10.2017

    Olá Sofia, o Guilherme tem défice de atenção diagnosticado desde os três anos.
  • Imagem de perfil

    Sofia 23.10.2017

    Tão cedo?!:(
  • Imagem de perfil

    Catarina 23.10.2017

    Sim. A meu ver ainda bem que assim foi porque podemos intervir cedo e experimentar um monte de terapias alternativas. Teve consultas de psicologia, terapia da fala e terapia ocupacional. Vimos resultados fantásticos de toda esta luta e até hoje vivemos sem medicação. Vamos continuar nesta batalha que não sei se algum dia vai ter fim mas não faz mal porque pelos nossos filhos fazemos tudo
  • Imagem de perfil

    Sofia 23.10.2017

    Isso sem dúvida, quanto mais cedo o diagnóstico melhor o tratamento e o acompanhamento atempado.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.