Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Os meus filhos crescem felizes

Apesar de tudo o que se passa lá fora os meus filhos crescem felizes. Brincam no quintal sempre que o tempo permite. Fazem desenhos a toda a hora, na verdade nas próximas compras tenho que trazer mais resmas de papel de fotocópia. Passam horas em colagem e trabalhos criativos ( o que me recorda de comprar também cola de batom porque já acabaram o stock).

Adoram fazer trabalhos que as professoras enviam, os mais velhos estão constantemente a verificar se receberam mais alguma coisa e os mais novos questionam-me porque a professora não envia mais fichas.

Travam partidas de jogos de tabuleiro, nos últimos dias estão viciados em damas. Ficam os 4 em redor da mesa, dois com a testa franzida de concentração, ou outros dois ansiosos para o jogo terminar e ser a vez deles. Os jogos são renhidos mesmo quando o de 13 e o de 6 anos se defrontam, gosto de os ver estudar o tabuleiro atentamente calculando as jogadas possíveis e os seus desfechos.

Claro que apesar disso existem alturas em que de queixam de aborrecimento, principalmente nos dias de chuva em que nem podem colocar um pé fora de casa mas o balanço é positivo. Analiso constantemente os seus rostos e vejo sorrisos, olhos felizes e um ar descontraído. Respiro de alívio porque apesar de todas as preocupações que no rodeiam não parecem afectados e isso é o mais importante. 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Catarina 03.02.2021

    Na verdade nem sei se chegamos a ser bons pais. Todos os dias duvido se estou ou não a fazer as coisas da melhor forma. Só o tempo dirá
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.