Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

O trauma das luzes

Ontem estava a passar corredor e vi luz a passar debaixo da porta da casa de banho. Pensei que, como de costume, alguém tinha deixado a luz acesa. Preparei-me para carregar no interruptor enquanto lancei uma pergunta para o ar:

- Está alguém na casa de banho?

- Mãe não apagues a luz! - gritou o Leonardo mesmo a tempo - Ainda agora fiquei às escuras porque o Guilherme me apagou a luz não apagues agora tu também.

A verdade é que quando apagamos a luz está sempre alguém e quando a deixamos ficar acesa não está ninguém.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.