Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

O que o novo ano escolar fez por mim

Este ano a câmara municipal resolveu recusar o meu pedido de transporte escolar. Não foi uma recusa sem fundamento, afinal os rapazes não frequentam a escola da freguesia por opção nossa. 

Inicialmente fiquei um pouco melindrada com a decisão e busquei alternativas. Percebi que o passe escolar ronda os 20€ para cada um, 40€ a mais para o nosso orçamento. Achei o valor muito exagerado para fazer 3 quilómetros de percurso. Para além disso, os autocarros são dois ou três por dia com muitas limitações de horários.

Decidimos então que seríamos nós a assegurar o transporte deles. Até agora provou ser a melhor decisão. Não gastamos mais 40€ em combustível, nem nada que se pareça. Entram e saem da escola à hora que queremos. O autocarro da manhã chegava sempre em cima da hora e o Guilherme tinha que correr para chegar a tempo às aulas.

Tenho conseguido sair mais cedo de casa. Apanho menos trânsito, faço o percurso com mais calma e chego cedo ao trabalho. Muito melhor que o stress matinal com a iminência de chegar atrasada. Nada como entrar no local de trabalho, apreciar o silêncio e o aumento progressivo da actividade humana.

Esta mudança fez milagres pelo meu humor matinal😁

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.