Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

O que mais odeio no Natal

Antes do mais quero que fique esclarecido que adoro esta quadra festiva mas odeio ir às compras nestas alturas. Todos os anos desde o final de Novembro até ao dia 31 de Dezembro existe uma correria desenfreada aos estabelecimentos comerciais. Correria esta não só a lojas para comprar presentes mas também ao tão comum supermercado.

Venho informar-vos que este ano já começou. No sábado parámos num supermercado, à vinda do encontro da prematuridade, para comprarmos algo para o almoço. Entrei no supermercado e o marido ficou no carro com os meninos. Assim que lá entrei comecei a ficar em stress. Pessoas e mais pessoas todas com carrinhos a transbordar. Se não tivesse que dar almoço aos meninos tinha saído na hora mas lá fui rapidamente buscar alguma coisa e dirigi-me para uma caixa. Tive mais de meia hora na fila só para pagar.

No domingo, pedi ao marido que fosse, num instante, comprar pão e uma lata de tomate para o almoço e este demorou mais de quarenta minutos. Mais do dobro do tempo habitual.

Não sei bem explicar porque porque deste fenómeno mas a verdade é que os supermercados passam a estar cheios a qualquer hora do dia, a qualquer dia da semana.Será que as pessoas sabem que ainda falta um mês para o Natal? Será que as pessoas têm medo que o comer acabe? Será que começam a fazer stock para o ano? Será que passam o ano todo a dieta e neste mês comem tudo o que lhes aparece à frente?

Será que alguém me pode esclarecer?

Entretanto já sabem, está aberta a época da loucura nas compras.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.