Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Fim-de-semana procura-se

Ouvi dizer que vinha ai um fim-de-semana mas nem lhe pus a vista em cima, passou igual a um furacão e o único vestígio dele é a típica ressaca de segunda-feira. É sempre assim o que é bom passa a correr, se bem que neste momento, para mim, tudo passa depressa. Os dias vão voando e eu nem dou por isso, nem acredito que os meus bebes já estão quase a fazer um ano. E é assim, os dias vão passando, um igual ao outro, e um dia acordamos e constatamos que já se passaram anos. Por isso temos que aproveitar ao máximo.

 

No sábado fomos um pouco à praia. Já ninguém tem medo da água, quer dizer, já só o Leonardo é que tem medo da água. Ainda estou para perceber como é que alguém consegue fazer um anos de natação sem nunca mergulhar a cabeça, só mesmo o meu Leonardo. Voltando à praia, os gémeos divertiram-se numa piscina que os mais velhos fizeram para eles.

20150606_090123.jpg

O Gui, como filho de peixe que é, só queria estar na agua. O Leo fica à beira da água a adorar o irmão.

 

2015-06-08 11.47.52.jpg

 Os miúdos divertiram-se e deu para conviver com alguns familiares. Aproveitamos até as onze e pouco e depois saímos da praia. Não posso deixar de referir que fico estupefacta com a quantidade de pessoas que chegam à praia com crianças perto do meio-dia. Com tanta informação que existe sobre os perigos do sol.

Depois da praia fomos almoçar com o avô dos pequenos e seguimos para casa. Chegada a casa fui por uma roupa a lavar e pedi ao Gui para tomar conta dos manos. Contudo o Santiago gatinhou até ao corredor e achou por bem pendurar-se no balde de agua ( o marido tinha lavado o chão antes de sair e deixou o balde ao pé da porta), claro que virou o balde. Durante uns segundos fiquei atordoada, como é que um balde de agua faz tanto chiqueiro. corri a deitar as toalhas da praia para ensopar a agua e fui tratar do pequeno. Depois limpei a agua mas  o marido quando chegou teve que desviar o frigorifico e a maquina de secar porque continuava a sair agua lá de baixo. Lição aprendida, nunca mais deixar um balde de agua à mão dos pequenos. Nem parece que já criamos dois....

No domingo acordei com o Leonardo a dizer-me que tinha acontecido um acidente com os seus óculos. Esqueceu-se deles em cima da cama e de manhã tinham uma haste partida. Ainda tive que arranjar tempo no domingo para passar na óptica. Disseram-me que trocavam as lentes para outra armação na hora, só tinha que aguardar um pouco. Esperei, esperei e esperei, entretanto disseram-me que não estavam a conseguir e que os óculos tinham que ir para a oficina.

Lá foi ele hoje de manhã, sem óculos, para a escola muito triste. Diz que sem óculos não vê bem,a verdade é que ele não tem falta de vista, usa óculos por causa do estrabismo. Mas bate o pé que não vê bem, vá se lá perceber.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.