Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Festa do dia da prematuridade

Ora no sábado fomos ao Hospital de Santa Maria festejar o dia da prematuridade. Foi um evento simples direccionado mais para o convívio. Os mais pequenos podiam brincar com balões, fazer desenhos e pinturas faciais. Os adultos aproveitaram para rever enfermeiras, médicas e outros pais que conheceram durante a estadia na Neonatologia. Claro que nós não tivemos muito tempo para o convívio porque os gémeos ainda não se entretêm com nada. O Salvador ainda esteve um pouco, sentado junto dos meninos mais crescidos, a fazer rabiscos numa folha de papel mas era mais o tempo que estava com o lápis na boca do que a pintar, pelo que acabámos por o tirar de lá.

Entretanto recebemos uns pins de identificação e uns sacos com um lanche.

2015-11-25 09.25.04.jpg

De seguida fomos convidados a entrar no auditório para visualizarmos um filme sobres os prematuros. A equipa fez um filme lindíssimo com fotos de todos os nosso meninos. Foi muito giro ver fotos de como eles nasceram e como estão actualmente. O filme serviu para demonstrar a luta de todas estas crianças. E devo dizer que existem crianças com uma força fenomenal. Confesso que quando estava a ver o filme me senti uma penetra. Depois de ver imagens de bebes de 500g, de bebés de 24 semanas as nossas 33 semanas pareceram insignificante. Depois de ver uma foto de o primeiro aniversário festejado durante o internamento na neonatologia não pode deixar de pensar na sorte que tivemos. Já imaginaram o que é ter uma filho internado durante um ano inteiro, um filho que ainda não conhece a sua casa, um filho que nunca dormiu no berço que compramos para ele, um filho que nunca tivemos só para nós.

Fiquei de facto maravilhada com o trabalho daqueles profissionais mas sobretudo com a coragem daqueles bébes e pais.

Entretanto os gémeos não paravam quietos. Procurei nos sacos do lanche e descobri que cada um tinha uma maçã. Dei-lhe para a mão para eles brincarem e quando dou por eles estavam todos contente a comer as maçãs.

2015-11-25 09.23.23.jpg

2015-11-25 09.23.59.jpg

Olhei para o marido que, ainda no outro dia lhes tinha tentado dar maçã partida aos bocados, a qual eles não comeram. E chegamos à conclusão que eles já gostam de roer a fruta.

Agora em casa tratamos de lhes dar a fruta para a mão e eles que se desenrasquem. O mais chato é depois de comerem temos que limpar o chiqueiro que eles fazem.

2015-11-25 09.24.39.jpg

 

Estão cada vez mais crescidos.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.