Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Fase da competição

Os gémeos estão a passar por uma fase em que estão em constante competição. Quando comem fazem-no à pressa até que o primeiro a enfiar  ultima garfada e comer e gritar ganhei. Fazem corridas para subir as escadas, para entrar no carro, para se vestirem, para se calçarem...A verdade é que toda esta competição começa a perder a piada. 

Se estão a comer e o Salvador grita ganhei primeiro o Santiago chora porque não ganhou. Se, por outro lado, o Santiago é o primeiro a acabar o Salvador não se incomoda muito e grita logo de seguida que ganhou. Isto faz com que o Santiago comece a chorar porque o verdadeiro vencedor é ele. No fim, a situação acaba sempre com o Santiago zangado e, estas zangas lembram-me o quão parecido é com o Leonardo que nesta idade competia com a própria sombra. 

A competição não se fica só em ver quem é o primeiro e isso nota-se em relação à mãe. Quando um me dá beijo, o outro tratar de dar dois. Quando um me dá um abraço o outro vem dar um mais demorado e mais apertado. Quando os vou adormecer à noite gostam de colocar os braços e as pernas em cima de mim. O problema é que o braço e a perna do irmão estão no caminho, então é preciso empurrar para ganhar espaço e o que é empurrado não gosta disso.

Toda esta fase é muito complicada para a qual temos que ter muita paciência. Tentamos desvalorizar a importância de ganhar mas até à data ainda não tivemos grande sucesso. Resta-nos ter calma até esta fase passar e dar lugar a outra. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.