Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Estes feirados a meio da semana....

Passei o dia de segunda-feira a dizer até amanhã aos colegas ao que eles respondiam que no dia seguinte iria trabalhar sozinha. Depois veio a terça e foi difícil explicar ao meu cérebro porque motivo podia ficar em casa após um único dia de trabalho. Estávamos tão impreparados para o feriado que acordei às 4h da manhã com o despertador do marido e de novo às 6:30h com o meu. Aproveitamos o dia para colocar algumas coisas em dia mas o sono não foi uma delas. O Salvador teve febre durante três dias o que nos dificultou a vida. Na quarta acordei e tive que explicar novamente ao meu cérebro porque é que tinha que ir trabalhar. De seguida o Santiago dizia que não era dia de ir à Bela mas sim dia de brincar. Também o cérebro dele ficou confuso porque os dias de ficar em casa vêm aos pares. Escusado será dizer que pensei que era segunda-ferira durante o dia todo. Hoje acordei a pensar que era terça depois lembrei-me que afinal era quinta e isso animou-me um pouco. Pensei são só mais dois dias de trabalho e vi a meta bem próxima. Depois lembrei-me que tenho que trabalhar no sábado e a semana ficou mais comprida.

 Ontem na reunião de pais a professora se queixava que os alunos ainda não tinham assentado a cabeça depois das férias da Páscoa, afirmou que todos estes feirados e fins de semana prolongados não têm ajudado nada.

Enfim estes feriados a meio da semana sabem bem mas deixam-nos confusos. Acho que é um mal geral não é?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.