Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

É preciso ensinar

Ontem no vestiário da natação ouvi um comentário. Já não é a primeira vez que oiço algo do género das mais diversas mães. 

Os rapazes já tinham ido à aula, estavam de banho tomado a vestir a roupa. Eu tratava de dobrar toalhas, arrumar chinelos, distribuir roupa limpa quando ouvi:

- Estás a ver os meninos? Já se vestem sozinhos. Não são como tu.

Eu olhei para aquela mãe  e senti um misto de emoções. Não sei se a criança ficou ou não envergonhada pelo que a mãe apregoava a tão alto som, mas eu fiquei por ele. Odeio estas comparações. Se um já come sozinho o outro também tem que comer.  Não concordo, nunca concordei e nunca vou mudar de ideias. Todos nós somos seres diferentes com tempos e ritmos diferentes. Temos que aprender a respeitar isso.

Olhei para aquela mãe e pensei num programa que, em tempos, vi com um psicólogo de renome, o qual disse uma frase que me marcou para sempre. “ As mulheres queixam-se dos homens mas são as mulheres que os educam assim”. Verdade? Para mim sim. Se eu não educar os meus filhos a ajudar em casa como é que o vão fazer quando seguirem as suas vidas.

Já não é a primeira nem a segunda vez que oiço enaltecerem o fato de os meus filhos se saberem vestir sozinhos. No entanto é necessário perceber que não aprenderam sozinhos. Muitas foram as vezes em que desesperei. Vestir uma t-shirt demorava mais de cinco minutos em vez dos dez segundos expectáveis . Muitas foras as vezes que só me apetecia tratar eu do assunto para ser mais rápida. Saí muitíssimas vezes atrasada e stressada. Felizmente o tempo que gastamos na altura deu frutos. Os rapazes ganharam autonomia e isso melhorou a nossa qualidade de vida.

Não critiquei aquela mãe. Nem tão pouco o pretendo fazer com este texto. Escrevo para alertar que muitas vezes as crianças só não fazem as coisas porque não sabem. Em vez de criticarem os pequenos ensinem. 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.