Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

E nós é que somos mães galinha

Por norma a mãe tem sempre fama de ser mãe galinha. Cabe-me a mim desmitificar este mito.

A mãe por norma não é mãe galinha e só age assim incentivada pelo pai.

O menino chora e o pai aparece logo a correr para ver como é que se aleijou. O bebé faz uma careta a comer e o pai diz imediatamente que a sopa deve estar quente.

O pai está constantemente a analisar o filho, sabe dizer quantos arranhões e galos novos adquiriu nesse dia. Passa a vida a dizer ontem não tinha este galo ou este arranhão é novo.

O bebe espirra e o pai diz logo que o menino está doente. O bebe tem febre e o pai diz logo à mãe que tem que ir para o médico com o menino. Por vezes, tentamos explicar que não vale a pena ir logo para o medico que devemos esperar para ver como evolui. Acabamos por desistir porque o pai passa o resto da noite a tirar a febre de 5 em 5 minutos ou então está constantemente a dizer que o menino está quente.Vamos com o menino ao médico só para não o ouvirmos mais.

Desmintam-me se estou errada. Quando fá-lo com outras colegas e amigas todas me dizem que os maridos fazem exactamente as mesmas coisas.

Agora o marido até comprou os capacetes que vem nas fotos para os meninos não baterem com a cabeça.

 

20150707_201254.jpg

 

2 comentários

Comentar post