Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Creches não sao depósitos de crianças

Hoje venho falar um pouco de uma situação que me apoquenta. Principalmente desde que os gémeos foram para a creche tenho verificado que existem pais que consideram que o estabelecimento é um depósito de crianças. Deixam-nos lá o mais cedo possível e só os vão buscar mesmo no final do dia. Bem sei que existem pais que por motivos profissionais não têm outra hipótese mas também existem pais que têm. O depósito de crianças chegou a tal ponto que grande parte das creches viu-se obrigada a impor que as crianças tenham 22 dias de férias caso contrário estariam lá todos os dias úteis do ano. Para além disso passaram também a aplicar multas aos pais que as vão buscar depois da hora de fecho.

Eu olho para estas medidas e para estes comportamentos dos pais e acho tudo um pouco estranho. Acho estranho os pais irem no fim do dia recolher os filhos à escola com roupa de praia e cheios de areia. Não digo que não saiba bem um dia de praia sem eles mas todos os dias?

Já na escola que os mais velhos existia um problema similar. As mães passavam o dia sentadas no café e deixavam os filhos no ATL. A situação era tão ridícula que eu que trabalho tinha que pagar o ATL por causa dos meus rendimentos enquanto que elas tinham o serviço de graça. Entretanto a escola apercebeu-se do problema e decidiu que só as crianças cujos pais trabalhavam é que teriam direito a ficar depois do horário escolar. Passou a ser necessário uma declaração da entidade patronal e quem não a tivesse passou a ter que ir buscar os filhos mais cedo. Alegava a escola que esta medida pretendia promover um maior tempo em família mas, a meu ver, acabou por não resultar. As crianças deixaram de estar protegidas dentro dos muros da escola e passaram a passar a tarde a brinca à porta do café onde as mães passavam a tarde.

Vejo todas estas situações e só consigo pensar em como a vida é injusta. Não há coisa que eu adorasse mais que poder passar um maior numero de horas com os meus filhos e quem tem esta oportunidade não a aproveita.

Claro que lhes faz bem andar no infantário, ter rotinas, conviver com outras crianças mas também lhes faz bem passar tempo em família. Sei que vou continuar a deixar os meus filhos nas escolas o mais tarde possível e a busca-los o mais cedo possível. Não ponho de lado a hipóteses de ter que os deixar lá estando eu em casa caso tenha algum assunto a tratar, pois com os pequenos seria impossível, mas nunca os deixarei lá só porque sim. Os anos passam demasiado depressa, os rapazes estaram crescidos não tarda e eu faço questão de acompanhar todo este crescimento o mais próximo possível.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Catarina 24.11.2016

    Fico um pouco triste porque os nossos filhos são os nossos bens mais preciosos.
  • Comentar:

    CorretorMais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.