Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Conhecendo melhor o Santiago

Nestes últimos dias percebi que o Santiago está desenvolvido demais, tem uma capacidade de raciocínio que não deixa de me espantar. É um mestre em quatro em linha, é quase impossível vencer o rapaz neste jogo. Acreditem que tanto eu como o pai o tentamos vencer a todo o custo, somos ambos bastante competitivos por sinal, mas raramente conseguimos. Nas poucas vezes que temos sucesso o rapaz revela muito mau perder o que faz com que jogue ainda com mais afinco e nos dê uma tareia.

O mau perder também o torna um pouco batoteiro, principalmente em jogos de cartas. Quando chama por mim para jogar ao UNO e diz que já tem tudo pronto sei que esteve a preparar o jogo de forma a ganhar. Não sei bem como faz mas acreditem que as cartas boas vão todas parar à mão dele. O jogo acaba com mais de vinte cartas na minha mão e o rapaz vitorioso. 

Também percebi que o rapaz adora fazer trabalhos. Gosta de praticar letras mas prefere a matemática. Passa o tempo a pedir para preparar contas para ele fazer. Também na execução dos trabalhos gosta de ficar em primeiro lugar, faz de tudo para acabar antes do irmão. Quando não termina primeiro tenta mostrar que fez melhor que o irmão para garantir a vitória. 

Aos poucos vamos tentando contrariar estas necessidades de ficar em primeiro mas não está fácil. É uma competência que teremos que trabalhar durante os próximos meses. 

Apesar deste espírito competitivo o Santiago é um doce. Nos últimos tempos ganhou a alcunha de pega monstro porque está sempre agarrado a alguém. Ou está deitado em cima de mim no sofá ou está sentado ao colo do pai.  Se não está abraçado ao Salvador a dizer que o adora, a ver televisão colado ao Leonardo ou a ser a sombra do Guilherme.

No outro dia perguntei-lhe como vai ser quando voltar à escola. Olhou para mim com lágrimas nos olhos e disse que vai ter muitas saudades. 

Isto de estarmos todos juntos não é fácil mas quando chegar a hora da normalidade vai ser muito mais difícil. 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.