Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Casa à prova de gémeos

Que me conhece sabe que sou uma pessoa que gosta de ter tudo arrumadinho e limpinho. Não suporto ver uma migalha no chão nem nada fora do lugar. Sou daquelas que volta a trás para compor um tapete que ficou torto, para ajeitar uma almofada que não está no sitio exacto.

Este comportamento persegue-me à anos e nem com o crescimento dos meus filhos se alterou. Nunca tive problemas porque eles não eram muito mexilhões. É certo que, tive que guardar todas as bugigangas que tinham pedrinha ou areia decorativa e a mesa de apoio ao sofá passou a estar encostada à frente da televisão, mas tirando isso não tive mais problemas. Nunca tive necessidade de comprar utensílios de segurança, como as protecções para não se entalarem nas portas ou para não abrirem os armários. Bastou tapar as tomadas e o resto foi pacifico.

Agora com estes tudo é diferente, são dois pestinhas que mexem em tudo. Tenho a casa de pantanas e fico logo incomodada com a situação. Tento pensar que é apenas uma fase mas é uma fase que ainda vai ficar pior antes de passar.

 

20150811_201717.jpg

 Tivemos que tapar a lareira porque gostavam de brincar como carvão de enfeite. Na última vez fui dar com eles todos pretos a tentar comer o carvão...

 

20150811_201745.jpg

 

 Não podendo brincar com a lareira descobriram a loiça no aparador. Tivemos que colocar a cadeira para não mexerem. Foi uma solução temporária porque começam a desviar a cadeira para chegarem as portas. Já disse ao marido para virarmos o aparador ao contrário ( portas contar a parede), assim como assim,não devemos precisar da loiça antes do Natal.

 

20150811_201802.jpg

 Entretanto descobriram o aquário. Tivemos que improvisar uma gincana para não passarem, cadeiras atravessadas debaixo da mesa e um puff a tapar a passagem do outro lado da sala. O Salvador já trepa o puff pelo que temos que mudar de estratégia, corremos o risco de que ele caia do puff a baixo.

 

20150811_201816.jpg

Ultima paragem o aquário. Colocamos a cadeira para nos dar tempo de os alcançarmos. Tínhamos os fios da extensão todos arrumadinhos e escondidos mas eles já o descobriram e trataram de desenrolar tudo. Morro de medo das fichas mas aqui não temos muitas opções.

 

Claro que também me desarrumam as gavetas todas, mas como são panos e toalhas nem me importo. Também gostam de mexer nos tachos e adoram namorar o forno. Esqueci-me do frigorifico, é mais ou meno assim.

 

 

Ontem descobriram a porta das papas, quando dei conta estavam todos contentes sentados em cima dum monte de Nestum.

Já não sabemos o que fazer. Aceito sugestões.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.