Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Ainda estou a tentar perceber se somos as pessoas mais sortudas ou mais azaradas do mundo

Vou contar o que nos aconteceu à uns tempos. A  casa para onde mudamos tem um painel solar que nos aquece a água pelo que a caldeira permanece quase sempre desligada. Desde que mudamos apenas a ligamos meia dúzia de vezes em dias de chuva em que o sol não dá cor de si. Mesmo neste dias a política é liga-la durante uma ou duas horas enquanto tomamos todos banho e depois é novamente desligada. Tudo funcionava bem até o dia em que fizemos algo diferente.

Num determinado fim de semana tivemos visitas que ficaram a pernoitar lá em casa. Como não sabíamos se iriam necessitar de água quente à noite deixamos a caldeira ligada depois de nos servirmos. O dia passou e nunca mais nos lembramos da mesma. Perto da meia noite fui ao frigorífico arrumar ou buscar algo, agora não me recordo, e senti um cheiro intenso a quente. Toquei na caldeira e esta estava a ferver. Chamei o marido porque só ouvia fervilhar lá dentro e achei aquilo muito estranho. Achamos por bem desligar a mesma mas o barulho continuou. Entretanto os rapazes queixaram-se que não tínhamos água. Corri a ver e a verdade é que água quente deixou de correr. Tentamos verificar porque motivo a água deixou de entrar na caldeira mas estava tudo ligado correctamente.

As visitas e os miúdos foram todos para a cama mas eu e o marido não. Ficamos no sofá atentos a tentar perceber se a caldeira começava a arrefecer. Mais tarde começamos a ouvir a água a entrar e só ai conseguimos dormir.

No dia seguinte ligamos tornamos a ligar a caldeira mas apenas por duas horas e não arriscamos mais. Na segunda feira ligamos para a assistência e o senhor veio no dia seguinte. Assim que o marido lhe descreveu a situação ele percebeu o problema. Verificou que o termostato que faz com que a água não aqueça mais do que o devido tinha avariado e por esse motivo a caldeira nunca parava de aquecer. Disse-nos que não sabia como é que a mesma não tinha rebentado, que já tinha visto isso acontecer em situações muito menos graves do que a nossa.

Colocou um termostato novo para garantir que a situação não se repetia e substitui uma das bombas que se avariou por estar a trabalhar a seco.

Nós poderíamos ficar a maldizer as centenas de euros que tivemos que gastar mas em vez disso optamos por agradecer pela situação ter acabado bem. Nem quero pensar no que poderia ter acontecido se a caldeira tivesse de facto rebentado.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.