Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Afinal por aqui tudo na mesma

O marido só não vai trabalhar nos próximos dias porque está de férias. 

Eu continuo a ter que sair de manhã para deixar os rapazes na escola. Terei que sair novamente à hora de almoço para buscar o Nardo, à cinco para recolher os gémeos e às seis e meia quando terminam as aulas do Guilherme.

A escola dos mais velhos vai continuar a transbordar. Os corredores cheios de alunos e professores a tentar chegar às salas de aulas. Muitos dos professores e auxiliares pertencem ao grupo de risco, estão forçados a trabalhar sob risco constante. Alguns dos alunos aproveitam todas as oportunidades para retirar máscaras e desrespeitar outras regras.

Na escola dos mais novos alguns pais ignoram as normas de segurança, amontoados ao pé do portão na entrega e recolha das crianças.

Não faço questão de ter os meus filhos em casa. Eu, mais que ninguém, iria sofrer na pele o ensino em casa. Contudo não consigo deixar de me sentir insegura por os enviar para a escola.

Resta aguardar enquanto percebemos se estas medidas são suficientes ou não. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.