Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

A minha cabeça já não é o que era!

Não sei que é da idade, do trabalho ou dos miúdos mas, o facto é que, a minha memoria já não é o que era. Ainda me consigo lembrar do que o marido me disse há dois ou três anos atrás. Ainda consigo ir buscar coisas do arco a velha quando estamos a discutir quem tem razão. Sim ainda me consigo lembrar de certas coisas que ele disse, prometeu ou afirmou e que depois não se realizaram.

Contudo não me consigo lembrar de coisas básicas, como lembrar-me se paguei ou não as compras no supermercado. Acreditem! No outro dia o empregado passou as minhas compras, eu tratei de as arrumar e quando olho para a caixa estava uma senhora a pagar. Fiquei confusa porque não me lembrava de ter pago as compras mas, se estava outra senhora a pagar então o que era feito da minha conta. Será que a senhora teve pena de mim e resolveu liquidar a minha divida? Afinal nada disso. A senhora tinha ido buscar uma coisa e tinha a venda suspensa. O empregado aproveitou para tratar da venda dela enquanto eu arrumava as minhas mercearias. Claro que tive que pagar na mesma.

Outra coisa que me esqueço frequentemente é de como cheguei até casa. Sei que lá cheguei mas não me lembro quem conduziu o carro.

Vou às compras para comprar o artigo X, saiu da loja com um carro cheio mas sem o artigo X.

Hoje aproveitei para fazer umas compras à hora de almoço. Uma colega pediu-me um garrafão de água, eu disse que sim e ela pediu-me que aponta-se na minha lista porque já no passado me pediu coisas que me esqueci de trazer. Consegui trazer-lhe o pedido, embora confesse que me ia esquecendo. Tive que pedir à menina para ir passando as compras enquanto ia lá a correr.Isto porque não consultei a minha agenda.

De facto comecei, de há uns meses para cá, a apontar tudo numa agenda que tenho. Mas entre gatafunhos e rabiscos muitas são as vezes que não percebo o que escrevi. Também acontece que, por vezes, tenho a certeza que sei o que está escrito mas depois quando vou a ver esqueci-me de metade. Como ia acontecendo hoje com o pedido da colega.

Tenho que me mentalizar que estou esquecida e preciso de apontar tudo. Quando digo tudo é mesmo tudo. Coisas a fazer, telefonemas a efectuar, actividades a marcar... É isto ou tomar qualquer coisa para a memória.

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.