Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

A maior parte das vezes partem-me a cabeça mas às vezes....

Estou tão cansada. Não sei o que é dormir à dias. Acordei na sexta-feira às cinco da manhã com o Salvador a arder em febre e desde ai tenho dormido pequenas sestas. Sim, sestas porque nunca durmo mais de duas o três horas seguidas. Os remédios para a febre apenas fazem efeito durante quatro horas. Cerca de meia hora o efeito começa a abrandar e o menino já começa a gemer. Eu tento aguenta-lo mais um pouco, aconchego-o, bato-lhe no rabinho até que vou buscar o remédio. depois de o administrar o rapaz demora mais de uma hora  a adormecer. Enquanto isso geme e treme de frio. Por fim lá adormece mas eu nem sempre consigo adormecer logo. Um pouco mais tarde acordo com ele a pedir água, passa a vida a beber água. Entretanto geme, Mexe-se na cama, anda sempre à procura da zona mais fresca dos lençóis.Depois está novamente na hora do remédio e a história repete-se a noite toda.  E isto até é uma boa noite porque por vezes quando o Salvador dorme o Santi chama por mim. Eu vou para o pé dele até tornar a ouvir o Salvador e passo a noite de uma cama para o outra.

Hoje felizmente o Guilherme deitou-se com o Santiago o que fez com que ele dormisse a noite toda. Eu passei a noite às voltas com o Salvador. Deitei-me quase à meia noite. Acordei com o marido a sair passado um pouco. De seguida a febre começou a subir. Dei xarope e adormeci o rapaz. Por volta das seis quis água e voltei a  adormece-lo. Acordamos os dois  às oito com a febre novamente em alta. Ouvi um barulho e fiquei na duvida se seria em casa do vizinho ou na minha. Levantei-me à pressa e vi que o Guilherme e o Santiago não estavam na cama. Cheguei à sala e estavam os dois sentados a ver bonecos. Tinham a porta da sala fechada e o som da televisão baixo.

- Guilherme já estás acordado há muito tempo?

- Acordamos à um bocado.

- Porque é que não me acordaste filho.

- Ó mãe tu precisavas descansar e por isso eu tomei conta do mano.

Digam lá que não sou uma das mulheres mais sortudas do mundo. A maior parte das vezes partem-me a cabeça mas, às vezes, têm estas atitudes que me enchem o coração de amor.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.