Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Desafio - The Christmas Tag

20106653_udoda.jpeg

 

A minha querida marta desafiou-me a responder ao Christmas tag. Eu aceitei com bom grado, vamos lá ficar a conhecer mais um pouco sobre mim.

 

1. Qual é a tua comida ou doce de Natal preferido?

Rabanadas e Bolo Rei. Dispenso a comida e posso ficar só pelos doces.

 

2. Qual é a tua música de Natal preferida? 

Adoro a musica "O Holy Night", transmite paz e serenidade o que se enquadra nesta época festiva

 

3. Quais são as tuas cores de Natal preferidas?

Vermelho e o prateado.

 

4. Preferes ficar de pijama, ou arranjares-te no dia e véspera de Natal

Claro que gosto de me arranjar. Faço questão de estrear uma roupa nova.


5. Costumas abrir as prendas de Natal na véspera ou só no dia? 

Costumamos dividir as prendas para os miúdos não as abrirem todas de uma vez. Na noite abrem algumas das minhas primas, tias e avós. A de casa costumam ser abertas no dia 25 de manhã. Mais tarde abrem as prendas das avós e tios conforme vamos estando juntos.

 

6. Se só pudesses oferecer prendas a uma única pessoa este Natal, a quem seria? 

Aos meus filhos claro, mas se só pudesse oferecer uma teria que arranjar algo que pudessem partilhar ou então não daria nada a ninguém.

 

7. O que mais gostas de fazer nas férias de Natal?

Passear com os miúdos. Adoro ir ver as ruas decoradas com luzes de Natal, os presépios, os cheiros…

 

8. Já alguma vez construíste um boneco de neve?

Quase todos os anos fazemos um na serra da estrela.

 

9. Qual o teu filme de Natal preferido?

Sozinho em casa. Muito antigo mas adoro o raio do filme. O ano passado o Guilherme e o Leonardo também viram comigo, acho que se vai tornar um filme de família.

 

10. Do que gostas mais, da véspera de Natal, ou do dia de Natal?

Acho que a véspera é mais mágica.

 

11. O que é para ti o Natal?

Para mim o Natal é paz e amor. É uma época para passarmos em família. Comer, beber, partilhar, uma mesa cheia de gargalhadas.

 

Não vou nomear ninguém porque acho que já tods responderam à tag. Caso alguém não o tenha feito e queira responder esteja à vontade.

 

O que uma mãe faz?

O que uma mãe faz quando percebe que arruinou o brinquedo preferido do seu filho?

Um dia destes estava a tirar a roupa lavada da máquina e encontrei uns pequenos quadrados misturados com a roupa. Não percebi o que era aquilo, parecia papel mas não se tinha desfeito com  a água, ao mesmo tempo parecia algo plastificado e com gravuras embora já não se percebesse o que era. Continuei a tirar a roupa enquanto pensava o que seria aquilo. Cheguei à ultima peça de roupa e vi várias coisas escuras no tambor da máquina. Tentei tirar uma, com alguma dificuldade lá consegui remover aquele pequeno quadrado que estava agarrado ao tambor. Assim que o tive nas mãos percebi o que era. O Leonardo tinha meia dúzia de imans quadrados com desenhos de uns bonecos invizimals. Não sei bem de onde apareceram este imans, talvez tenha sido a avó que lhe comprou ou um colega que partilhou com ele, o que interessa é que o rapaz adorava aquilo. Todos os dias os levava para a escola e trazia-los no fim do dia. Gritava com os pequenos se pegavam neles e só não dormia com eles porque eu não deixava.

Ora a sua colecção de imans teve um trágico fim, acabaram por entrar na máquina e estavam agora todos estragados e agarrados ao tambor da máquina. O que fazer? Contar-lhe o que tinha feito e receber o prémio de pior mãe do mundo ou omitir o facto e ver no que dava. Achei melhor deitar as provas fora e calar-me bem caladinha, se ele perguntasse por eles eu explicaria o que tinha acontecido.

Passaram agora quase duas semanas e ele nunca mais se lembrou da colecção que amava tanto. Não o vi procurar, não o vi triste, tão pouco o vi preocupado. Parece que simplesmente não têm qualquer recordação daquilo. É caso para dizer: longe da vista, longe do coração. Desta já me safei.