Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Afinal não sou só eu.

Chegamos à garagem e o Guilherme perguntou-me:

- Vamos neste carro?

- Sim, hoje vamos neste. 

Coloquei-os todos na carrinha e começo a fazer manobras para sair da garagem. Às tantas reparo que o Guilherme está a tapar os ouvidos. Parei o carro e perguntei:

- Guilherme o que se passa?

- Não gosto deste carro! Está sempre a apitar.

Afinal não sou só eu que não gosto destas modernices

Será que me devo preocupar?

No sábado levei os pequenos a cortar o cabelo. Chegados ao cabeleireiro dei-lhes uma revista para se entreterem. O Santiago abre a revista e começa a apontar para uma fotografia e a dizer que era a mãe. Eu fui espreitar e deparei-me com algo do género.

Resultado de imagem para imagem de modelo loira cabelo comprido

Não pude deixar de pensar se era assim que o meu filho me via. Bem sei que durante a infância a mãe é tudo para eles, mas será que isso implica ter uma noção tão distorcida da realidade? Também sei que os mais velhos me dizem que sou a mãe mais bonita do mundo mas isto já é exagero.

Ou será que me devo ficar alarmada por o meu filho pensar que qualquer mulher é mãe dele? Problemas de visão não têm por isso não percebo. Será que me devo preocupar ou devo ficar lisonjeada pela ideia mental que têm de mim?