Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Monstros da fruta

Os gémeos têm se revelado uns autênticos monstros no que toca à fruta. Não passam sem ela e comem praticamente de tudo. Por norma a fruta tem que estar escondida e o seu nome só pode ser mencionado depois de acabarem de comer. Caso contrário rejeitam o comer em detrimento da fruta. Os mais velhos quando acabam de comer têm que esperar pelos pequenos porque caso contrário temos fita por causa da fruta. Acho que gostam praticamente de tudo. Adoram banana, maçã,  morangos, cerejas, pêssegos, ameixas, nêsperas, abacaxi, manga, melão, melancia, meloa...

É engraçado ver que cada um tem as suas preferidas. O Santiago adora meloa enquanto que o Salvador dispensa. O Salvador adora pêssegos e ameixas já o Santiago come mas não gosta da casca. Aos poucos vão percebendo o que preferem e fazem questão de nos mostras os seus gostos.

Eu adoro vê-los comer assim mas não posso deixar de me lamentar porque a fruta desaparece a um ritmo alucinante. Passo a vida a comprar mas nunca tenho nada em casa. Para terem uma ideia só os gémeos costumam comer duas peças de fruta a cada refeição. No outro dia comprei uma meloa bastante grande, tinha quase um quilo de peso, e o Santiago comeu-a toda depois do almoço. Acho muito bem que comam fruta porque é saudável e faz muito bem mas sinto que vou à falência. Será que posso plantar uma árvores na varanda? Assim ficava mais barato.

 

2016-08-30 12.46.11.jpg

2016-08-30 12.46.43.jpg

2016-08-30 12.46.22.jpg

 

Não sei se fizemos bem ou não

Estávamos cansados de ter quatro meninos, especialmente os gémeos a disputarem um só carro. Perdi a conta às vezes que os apanhei assim.

2016-08-28 08.58.34.jpg

2016-08-28 08.58.19.jpg

 Resolvemos então comprar um segundo carro para evitar tantas chatices. Procuramos um exactamente igual de forma a evitar haver um preferido entre os rapazes. Claro que adoraram e não vivem sem os seus carros.

20160828_090632.jpg

20160828_090637.jpg

20160828_090648.jpg

Passam o dia para a frente e para trás em cima deles. Quando chego a casa eles estão no quarto. Assim que me ouvem correm a montar-se nos carros e vêm a conduzir dar um beijinho à mãe.

A questão é os choques constantes e os carros  mal estacionados em todo o lado. Ainda no outro dia chocaram os dois. 

2016-08-28 08.59.52.jpg

Saíram do acidente a chorar e lá ficaram os carros no meio do caminho a estorvar.

Outra coisa má são os atropelamentos constantes. Andam tão depressa que levam tudo o que lhes aparece à frente. Eu tremo de medo cada vez que os oiço aproximar de mim a alta velocidade. Digo-vos que é bastante doloroso quando um destes carros vos passa por cima de um pé. Sim já fui atropelada dentro de minha própria cada e não está certo.

Começo a questionar-me se fizemos bem ou não em comprar o segundo carro.