Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Deve pensar que eu nasci ontem!

Conversa muito interessante entre mim e o Leonardo.

- Mãe ontem um menino empurrou-me.

- Se calhar foi sem querer.

- Não,não foi.Eu estava a bater ao N e ao B.

- Não percebi tu estavas a  bater aos meninos?

- Não ele é que andava a empurrar a mim e aos meninos.

- Ok não tinha percebido. E tu o que fizeste?

- Bati-lhe! Mas o que é mais grave bater ou empurrar?

- Bater Leonardo, bater é mais grave.

- Eu pensava que empurrar era mais grave...

- Agora diz-me uma coisa ele empurrou-te primeiro ou tu bateste primeiro?

- O que é que tu achas! - Diz ele com um ar ofendido cruzando os braços à frente do peito.

- Eu não acho nada. Quero que tu me digas.

- Pronto está bem! Fui eu que lhe bati primeiro.

Deve pensar que me engana. Como se eu não o conhecesse o suficiente para saber que deveria ter sido ele a começar a coisa.

TPC

Não, não são trabalhos para casa mas sim trabalhos para Catarina. Sim porque eu também tenho trabalhos para além do emprego e da lida da casa. Ora o trabalho em que me debruço actualmente é estudar e aprender coisas sobre o espaço. Tudo porque o meu Guilherme desenvolveu uma enorme curiosidade sobre o que se passa lá e acha que eu sou uma enciclopédia ambulante com resposta para tudo.

- Mãe, o que é um buraco negro?

- Mãe, os buracos negros têm fim?

- Mãe sabes que antigamente existia um planeta Plutão mas que agora já não existe. O meu colega diz que explodiu é verdade?

- Mãe a água toda da terra chegava para apagar o sol?

- Como é que aparecem as estrelas?

- Como é que aparecem os buracos negros?

- Como é que apareceu a terra? 

E há mais, muito mais... Eu já lhe arranjei livros sobre o tema, tenho uma visita em vista ao planetário mas para além disso vou estudando um pouco. O que uma mãe não faz pelos filhos.