Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

É o que faz serem tantos.

Ontem coloquei os gémeos nas cadeiras de comer e fui preparar o prato. Quando voltei vi que um dos gémeos tinha no braço a marca de dentes. Pensei que o Santiago tinha mordido o Salvador porque de vez em quando faz destas coisas. Percebi logo de imediato que quem estava mordido era o Santiago. Pensei que era bom o Salvador começar a defender-se do irmão mas de qualquer forma tinha de ralhar com ele.

Peguei no braço do Santiago, encostei-o quase à cara do Salvador e comecei:

- Salvador quem fez isto ao mano?

- Mãe!

- Guilherme agora não que eu estou a falar com os teus irmãos. Salvador, isto não se faz! Os meninos têm que ser amigos e não se pode morder.

- Mas mãe...

- Guilherme eu já te dou atenção mas primeiro deixa-me acabar de conversar com os teus irmãos. Salvador a mãe não quer que mordas o Santiago porque se não a mãe vai se chatear contigo.

- Mas mãe...

- Diz lá Guilherme.

- Era só para te dizer que eu vi o mano mordeu o próprio braço.

É o que faz serem tantos, nunca sei que é o verdadeiro culpado. Quando se têm só um não há como falhar.

As escolhas das pessoas

Chegamos cedo à praia, tão cedo que tínhamos a praia deserta só para nós. Aos poucos foram chegando mais pessoas mas a praia continuava com imenso espaço vazio. 

Estávamos à beira mar a brincar com os miúdos numa piscina gigante que tínhamos construído e eu ia deitando o olho às nossas coisas que estavam um pouco mais a cima. Ás tantas vejo chegar um casal com duas crianças. O casal procura o local ideal para colocar as suas coisas e dirige-se para ao pé das nossas. Onde acham que eles se foram colocar? Vou ser amiga e dar três hipóteses para escolherem:

  1. À nossa direita, onde existia um espaço de mais de três metros de areia disponível.
  2. À nossa esquerda, espremidos em pouco mais de um metro de espaço que nos separava dos vizinhos do lado.
  3. À nossa frente, onde não existia ninguém até a beira mar, tapando assim a nossa vista.

Fico à espera das vossas respostas. Á tarde conto o que aconteceu.

 

O Leonardo explica.

Seguíamos os cinco dentro do carro e o Leonardo dizia:

- Maninho és tão fofinho!

- Leonardo porque é que o chamas de maninho? - pergunta o Guilherme

- Porque ele é pequenino. Tu és grande e por isso chamo-te Guilherme.  Como ele é pequeno e eu não sei qual é o seu nome chamo-o de maninho.

- Então e se estiveres a falar para os dois? 

- Isso é mais fácil ainda é só chamar maninhos!

Onde ficámos

Hoje vou mostrar onde ficamos. Sabem que me queixei o quão difícil era arranjar algo que fosse de encontro a todas as condições que pretendíamos. Tivemos imensos comentários a enumerar locais todos excelentes mas não conseguimos reservar nenhum. Foi a ajuda da Niki que finalmente encontramos algo. Já tinha estado de olho neste hotel mas apenas mencionavam meia pensão nos quartos duplos. A Niki aconselhou-me a contactar directamente o hotel e assim o fiz. Enviei um email que foi logo respondido por uma senhora muito simpática que não se importou minimamente de responder às imensas perguntas que lhe fiz. Acabamos então por reservar um apartamento com dois quartos e meia pensão. Acabamos por ter que ceder no tudo incluído porque o hotel não têm essa opção mas correu tudo lindamente.

Chegamos então ao myramarhoteles e devo dizer que ainda gostei mais de tudo ao vivo e a cores. O pessoal do hotel é extremamente simpático e  atencioso. Os apartamentos não são muito luxuosos mas são limpos e confortáveis. Até tiveram a atenção de nos montar duas camas de bebés para os gémeos apesar de dizerem que não têm opção de camas extra e sem qualquer custo adicional.

20160612_181539.jpg

20160612_181550.jpg

Ambas as piscinas são enormes e muito indicadas às crianças. A mais pequena dá para sessenta crianças e têm fundura máxima de 50 cm.

HPIM3550.JPG

A piscina dos adultos apenas têm uma pequena zona em que não temos pé, a maior parte da piscina tem pouco mais de um metro o que permite que as crianças tenham muito espaço para brincar e que nós estejamos descansados.

Para além disso o hotel têm um três nadadores salvadores que não tiram os olhos das piscinas. Um vigia a dos pequenos e os outro dois vigiam a maior.

O restaurante é em modalidade buffet e têm muita escolha de comida. Desde saladas, queijos, frutas, carne, peixes, acompanhamentos e sobremesas.Mais uma vez aqui o pessoal é extremamente simpático e atencioso, ao ponto de darem desenhos e lápis de cera aos pequenos para os entreter.

Nas instalações existem também campos de ténis e míni golf, piscina interior e ginásio. Infelizmente não conseguimos usufruir desta áreas por falta de tempo.

Usufruímos sim, e diariamente, do parque infantil que têm para as crianças.

HPIM3483.JPG

HPIM3496.JPG

HPIM3563.JPG

HPIM3573.JPG

 O hotel têm também uma equipa de animadores fenomenais. De hora a hora vêm chamar as crianças para fazerem actividades com elas. As actividades são muito variadas jogaram mini boling, mini golf, com balões de água, air hoquei, gamão, etc. Também fizeram concursos de pintura de desenhos e pedras. O Guilherme adorou, era só ouvir a musica dos animadores e lá ia ele a correr participar. Ainda brinquei com o marido que mais uns dias já só ia dormir ao quarto. Voltava depois todo contente com um certificado quando ganhava, ainda recebeu uns poucos.

Acho que já só me falta falar dos espectáculos nocturnos. Não vimos muitos porque os gémeos ainda não mostraram interesse. Contudo percebemos que a maioria das crianças adorava os espectáculos. Era ver os pais sentados no bar a tomar uma bebida enquanto vigiavam os miúdos que dançavam e cantavam à frente do palco. Tivemos noite de karaoke, de magia, de jogos, etc.

20160615_222841.jpg

HPIM3617.JPG

 Parece-me que é uma óptima escolha para famílias, recomendo seriamente. Ficamos tão rendidos que já decidimos que para o ano vamos voltar e tentar ficar mais que a semana.

 

 

E a frase mais dita nesta férias foi!

Tivemos respostas muito boas. Sim, perguntaram muitas vezes se já eram horas de ir para a piscina e se podiam comer gelados. Mas na verdade a frase mais dita foi uma coisa mais banal.

Lembro-me de no primeiro dia o Leonardo correr a mergulhar na piscina, já lá dentro virou-se para mim e disse-me:

-Ah, isto é que é vida!

Eu fartei-me de rir com a expressão dele e a frase pegou moda. O que começou por ter piada hoje já enjoa um pouco mas sei que dentro em breve vai ser substituída por outra expressão.

Vida de mãe

Vida de mãe é fazer as malas com mil e uma coisas. É lembrar-se de trazer as coisas como pensos rápidos e câmaras expansoras, pelo sim e pelo não. É colocar na mala cotonetes, antipiréticos, descongestionantes nasais e uma vasta gama de cremes. É lembra-se de trazer os peluches e brinquedos preferidos dos filhos.

Vida de mãe é, ao chegar ao destino, perceber que se esqueceu de trazer uma escova para pentear o cabelo e conformar-se com o facto de passar uma semana despenteada

10 Factos sobre mim na hora da Refeição!

Desta vez a nomeação veio da parte do blog omeumaiorsonho, tenho que referir alguns factos sobre mim na hora da refeição. Vamos lá a isso:

  1. deixo o que gosto mais para comer no fim
  2. se estiver a comer daquelas massas tricolores como primeiro as verdes, depois as brancas e por ultimo as laranja
  3. não gosto de ver bocas abertas quando estão a mastigar
  4. não gosto de ouvir sorver
  5. não gosto de ver pessoas falar com a boca cheia
  6. só bebo água
  7. quando o prato tem ovos estrelados como primeiro a clara e deixo a gema para o fim para molhar o pão ou batatas
  8. sou muito gulosa, deixo de comer a comida para guardar espaço para os doces
  9. não como muito, sou mais de comer pouco várias vezes ao dia
  10. gosto de acompanhar tudo com saladas

Aparentemente devia nomear alguém mas como estou de férias não o vou fazer. Quem quiser responder sinta-se à vontade.