Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Bolachinhas biológicas

No outro dia, fui ao Lidl e descobri lá umas bolachas biológicas. Resolvi comprar um pacote para ver se os gémeos comiam. Dei-lhes a provar e gostaram muito, ainda estou para descobrir alguma coisa que não gostem. As bolachinhas são pequeninas e em formas de animais. Eles gostam que eu lhes diga que animal está na bolacha que lhes dei para a mão. Depois observam a bolacha como se quisessem perceber qual é a galinha, qual é a cabra, etc.

2016-03-18 10.00.50.jpg

 Fica a foto da embalagem para quem estiver interessado em experimentar. Salvo o erro custa perto do 1,5€.

O feedback cá em casa foi positivo, eu provei e gostei. O Leonardo comeu e não se queixou. O Guilherme quis provar e disse que sabiam um bocadinho mal. Eu questionei se não gostava e ele respondeu que gostava. Afirmou que sabiam um bocadinho bem e um bocadinho mal. Não sei bem ao certo o que isto significa mas ele acabou por comer várias.

 

O melhor amigo do meu filho

O Santiago desenvolveu uma paixão pelo panda. De há uns tempos para cá anda sempre acompanhado por um dos seus amigos. Assim que eu digo para se virem calçar que vamos à rua, ele vai logo a correr buscar o seu amigo que não pode ficar sozinho em casa.

2016-03-18 10.00.30.jpg

 Leva-o para todo o lado, inclusive para as consultas médicas. Dorme agarrado a ele, brinca com ele.

2016-03-18 09.59.15.jpg

Dá-lhe abraços.

12788076_10208204161557357_537622073_n[1].jpg

 Chora quando o irmão lho tira.

2016-03-18 09.59.44.jpg

2016-03-18 10.00.02.jpg

 Não sei bem ao certo como é que isto começou porque nunca o incentivámos a isso. Simplesmente começou a pegar no peluche a andar com ele para todo o lado. Não sei bem porque motivo surge, nalgumas crianças, esta obsessão com bonecos. O certo é que nenhum dos meus outros filhos demonstraram este interesse por um amigo. O Guilherme nunca ligou nenhuma aos peluches. O Leonardo ligou um pouco mas nunca foi com o Santiago. O Salvador só lhes pega para zangar o irmão.  Vamos lá ver até quando isto vai durar.

Por enquanto temos que gramar com o panda para todo o lado. Em casa só quer ver o panda  ou os vídeos musicais do panda. Fora de casa arrasta o boneco por todo o lado. No fim de semana  aproveitei o sol e lavei o boneco que andava um pouco sujo. Tentei tira-lo sem que desse conta mas claro que não consegui. Quando se apercebeu que o boneco estava dentro da máquina tive uma choradeira descomunal. Andou o dia todo triste e só se alegrou quando recuperou o seu amigo limpinho e cheiroso.

Será assim tão normal esta obsessão? Será que devo preocupar-me?