Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Ele parte-me a cabeça

- Guilherme onde está a tua lancheira?

- Está na minha mochila. - responde ele

- Eu já procurei e não está.

Ele pega na mochila despeja tudo cá para fora e diz:

- Realmente não está. Ficou na escola.

 

- Guilherme porque é que tens tanta tralha dentro da mochila? Têm mais dois quilos de tralha.

- Está bem mãe, eu vou tirar.

Pega na mochila tira algumas folhas amachucadas que têm no fundo da mochila e já está.

- Então e a flauta? Só tens musica sexta-feira porque é que andas a carregar com a  flauta e com a pasta das pautas.

- É para ensaiar.

Para provar o que diz resolver ensaiar dentro do carro.

 

- Guilherme, ontem trazias trabalhos de inglês?

- Não.

- Então porque é que não deixas-te o livro na escola?

- Esqueci-me de te dizer que tenho teste amanhã, trouxe o livro para estudar.

- E estudas-te?

- ....

 

- Hoje tive teste de português. - diz o Gui 

- Como é que tiveste teste hoje se no caderno dizia que era dia oito? - pergunto eu

- Mas o teste foi hoje.

- Deve ter copiado mal a data do quadro. - afirma o pai

- Trocar um sete por um oito não me parece muito provável mas se calhar foi o que aconteceu. - digo eu

- Ah já sei! a professora trocou a data dos teste mas eu esqueci-me de vos dizer...

 

- Guilherme, esqueceste-te novamente da lancheira

- Ó mãe eu encontrei a lancheira do Guilherme e coloquei na minha mochila - diz o Leonardo.

 

- Guilherme o livro da biblioteca está cá em casa à três semanas. Quando é que o levar para entregar?

- Esqueci-me mas levo na sexta-feira.

 

Este meu filho é um doce de menino mas dá comigo em doida.

 

 

 

Somos ou não somos do contra?

Que eu e o pai gostamos de fazer tudo ao contrário já é mais que sabido. Agora não havia necessidade de os filhos puxarem aos pais.

- Mãe, faltam 11 dias para a nossa viagem!

- Pois é meninos. E como é que vamos viajar?

- De avião e vamos para a Madeira não é mãe?

- Não, não vamos para a Madeira. Já vos disse mil vezes para onde vamos. Ainda não sabem?

- Vamos à Disneylândia. Mas eu preferia ir à Madeira.

Digam por favor em que realidade alternativa uma criança prefere a Madeira à Disneylândia?

Só mesmo cá me casa...

Acabar com o resto

O marido têm falado em colocar uns estores novos na cozinha. Eu, por mais me que custe ver os que temos actualmente, acho que ainda não é a altura indicada para pensarmos nisso. Bem sei que temos duas tiras mais curtas que foram aproveitadas do que tiramos da sala. Sei que já temos mais duas em falta mas também sei que não vai ficar por aqui. As fitas dos estores continuam a ser um dos brinquedos preferidos. Olhem para ele a acabar com o resto.

2016-03-07 10.05.44.jpg

2016-03-07 10.05.26.jpg

Sinto que ainda vamos perder muito mais fitas até eles perderem o interesse por elas.