Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

É assim que fazemos cá em casa nº2

Vamos falar sobre roupa. Como devem calcular por aqui temos montanhas de roupa para lavar, passar e arrumar. Juro que perco a conta às máquinas que lavo semanalmente. Há dias em que o marido me pergunta quando é que eu vou dar descanso às máquinas e parar de lavar e secar. A verdade é que entre roupa de vestir, roupas de cama, toalhas, roupa da bola, roupas da piscina  e da ginástica o monte é sempre imenso. Ora então como é que eu me desenvencilho?

Confesso que no inverno a minha melhor amiga é a minha querida máquina de secar. Não passo sem ela e nem me dou ao trabalho de estender roupa em dias de sol. Porquê? Se estender a roupa no estendal tenho que a passar a ferro enquanto que se a secar na máquina cerca de 95% pode ser dobrada e arrumada directamente. Sou louca por toalhas que foram secas na máquina. Ficam tão fofas que não me apetece secá-las de outra forma.

Muitos já devem estar a questionar se a conta da luz não é gigantesca nestes meses em uso a máquina mas eu posso garantir que não noto diferença. A luz que gasto a secar poupo a passar a ferro e por isso não vejo alterações. Depois temos o facto de que antes de ter a máquina lavava a roupa e ao fim de um dia no estendal a mesma já tinha um cheiro esquisito. Ora tornava a lavar a roupa, gastava luz, água, detergente e amaciador, isto aliado ao facto de ainda gastar luz para a passar quando conseguia-a tê-la lavada e cheirosa. Se formos somar estes gastos todos verificamos que afinal a máquina de secar não é uma coisa tão descabida.

A minha experiência diz-me que devem investir numa máquina com uma capacidade energética A+ ou superior. Eu adquiri uma de oito quilos e estou muito satisfeita. Quando tinha uma máquina de lavar de 5 kg chegava a secar duas máquinas. Agora como tenho uma que lava 7 quilos já não posso juntar, mas opto por escolher eu os tempos de secagem. Considero os tempos dos programas muito extensos e a roupa acaba por sair seca demais. Habituei-me a colocá-la a secar cerca de duas horas e na minha máquina é o suficiente para secar enquanto deixa a roupa suave e macia. Não recomendo de maneira nenhuma máquinas de lavar e secar, tive uma e odiei. Quase todas as pessoas que conheço e já tiveram alguma não gostaram. Por norma são boas a lavar e péssimas a secar ou boas a secas e más a lavar para já não falar que o processo de  secagem danificas as borrachas vedantes.

Em relação a detergente sou um pouco esquisita. Não gosto de todos os cheiros, principalmente de aromas muito intensos. Gosto de uma roupa cheirosa mas discreta. Sou absolutamente fã do skip sensitive de Aloé Vera. Há anos que o uso na roupa de todos cá de casa. Inclusive usei na roupa dos gémeos desde o nascimento. As nossas peles atópicas dão-se lindamente com ele. Lava muito bem e elimina a maior parte das nódoas difíceis. Mesmo quando temos aquelas situações em que os bodies ficam sujos com aqueles cocós que saem da fralda é só colocar na máquina e sai tudo, sem ser preciso esfregar à mão ou fazer pré lavagem.

2016-02-29 17.43.36.jpg

 Pois já vos confessei que passo os dias a tirar duma máquina para por na outra. Coloco uma roupa a secar e outra imediatamente a lavar. Assim que a máquina de secar para apresso-me a dobrar tudo para poder colocar nova leva a secar. Chego ao fim do dia a deitar roupa pelos olhos e por vezes com dores de cabeça. O principal defeito das máquinas de secar é que são um pouco ruidosas, agora habituámos-nos a deixá-la a secar e fechamos as portas para abafar o ruído.

No verão a secagem é um pouco mais fácil. Tenho um estendal exterior que me permite secar a roupa lindamente. Por vezes ainda estou a acabar de estender e a primeira roupa já está seca. O calor aliado ao vento que se sente no nosso quarto andar são aliados maravilhosos. O único senão do tempo bom é que tenho que passar a roupa. Não é que eu não goste de passar a ferro por até gosto muito. O problema é que tenho pouco tempo para o fazer e a roupa é sempre imensa. O truque é não deixar acumular, por norma vou lavando durante a semana e no sábado ou no domingo, de manhã, passo tudo enquanto faço o almoço. Nunca deixo roupa de uma semana para a outra porque senão é pior para mim. Quanto ao ferro de engomar prefiro uma boa caldeira.Tenho uma que faz imenso vapor o que ajuda a despachar a roupa num instante.

Bem espero ter explicado bem como é que fazemos cá em casa mas se não o fiz sintam-se a vontade para fazer perguntas. Claro que o inverso também se aplica nunca digo que não a concelhos e dicas.

Só me apetece chorar

Tenho sempre este sentimento cada vez que abro o meu recibo de ordenado. Cada vez que olho e percebo que 1/3 do que recebo vai para descontos dá-me vontade de chorar.  Os recibos de ordenados só servem para nos deprimir. Primeiro indicam-nos o valor total que deveríamos receber, o que até costuma ser uma quantia agradável. Entretanto espeta-nos uma facada quando nos demonstra o valor que foi para descontos. Depois acaba o serviço quando nos mostra o que  efectivamente vamos levar para casa.

Por ai também se sentem roubados quando recebem os vossos recibos?