Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Transporte de crianças em automóveis

Por aqui temos tido alguma dificuldade no transporte das quatro crianças. É verdade que temos sete lugares mas um dos mesmo não pode ser utilizado porque precisamos do espaço para o carrinho. Depois temos as cadeirinhas dos gémeos que ocupam o banco traseiro quase todo. Na minha carrinha ainda consigo colocar o banco do Leonardo mas na do marido o banco não cabe no meio das cadeirinhas. Quando circulo só com os miúdos, levo o Guilherme no banco da frente. Muitas são as pessoas que dizem que não é seguro mas eu questiono-me se é mais ou menos seguro transportar uma criança numa terceira fila de bancos em que só existe um airbag lateral e cujo banco vai colado ao vidro traseiro.

Ora vejamos, se ocorrer um acidente frontal claro que o transporte no banco dianteiro é mais perigoso, mas se o embate for na traseira a criança estará mais em risco se circular na terceira fila de bancos.

Assim sendo, passei a transportar o meu filho à frente após verificar que não estava a desrespeitar a lei. No outro dia fui alertada pelo meu pai que afinal não podia circular com o Guilherme à frente. Ora o meu pai está a tirar o CAM e em conversa com o instrutor o meu pai descreveu a minha situação. Ora o instrutor informou-o que eu não estava a cumprir o código da estrada e fundamentou a informação mostrando-lhe uma documentação.

Eu que já tinha pesquisado sobre o assunto resolvi voltar ao tema e descobri uma série de informação que pode ser útil a pais com vários filhos.

 

"Impossibilidade prática de utilização de três sistemas de retenção para crianças (SRC), nos bancos da retaguarda, em automóveis ligeiros de passageiros

Em muitos modelos de automóveis não é possível, por falta de espaço, instalar 3 SRC nos bancos da retaguarda.

Havendo necessidade de transportar 3 crianças com menos de 12 anos e menos de 135 cm, e existindo de facto impossibilidade prática de colocar 3 SRC no banco traseiro, pode, uma das crianças – a de maior estatura e desde que tenha mais de 3 anos- ser transportada utilizando SRC, no banco dianteiro destinado ao passageiro.

Havendo necessidade de transportar 4 crianças com menos de 12 anos e menos de 135 cm, e existindo de facto impossibilidade prática de colocar 3 SRC no banco traseiro, para uma das crianças deve ser utilizada a solução descrita no parágrafo anterior e para a 4ª criança, pode a de maior estatura e desde que tenha mais de 3 anos- ser transportada sem SRC utilizando cinto de segurança. Caso o cinto seja de 3 pontos de fixação e a precinta diagonal fique sobre o pescoço da criança, é preferível colocar essa precinta atrás das costas e nunca por debaixo do braço, utilizando-se desta forma apenas a precinta subabdominal, apesar de baixar o nível de protecção, em relação a uma situação em que se pudesse usar o cinto de três pontos de fixação."

Caso estejam interessados podem consultar o documento completo aqui.

Pelos visto podia transporta-lo à frente mesmo que não tivesse os 135 cm.

Mais uma daquelas situações em que uma pessoa que deveria estar informada sobre o assunto afinal não está e isso gera confusão.

 

Toca a escovar os dentes

Não sei como é que funciona por ai mas aqui em casa os pequenos sempre adoraram escovar os dentes. Ficam todos contentes quando vêm as escovas e vêm logo a correr. As chatices começam quando começamos a escovar-lhes os dentes porque eles não querem que o façamos. Começam a tentar pegar as escovas para serem eles a esfregar mas claro que não podemos deixar porque assim não ficam bem escovados. Depois de escovarmos os dentes lá os deixamos andar um pouco com a escova na boca. Mas não confio muito.

Quando o Gui e o Leo eram pequenos comprei-lhes umas escovas muito engraçadas. Podem ver o modelo abaixo.

O facto serem largas impedia-os de enfiarem a escova até à goela. Eu deixava-os brincar um pouco com elas porque sabia que não se conseguiam aleijar.

Quando fui comprar as escovas para os gémeos queria o mesmo modelo. Procurei por todo o lado sem sucesso. Ainda pedi para encomendar na farmácia mas foi-me dito que o modelo foi descontinuado. Confesso que fiquei com muita pena porque acho que era muito prático. Em alternativa ofereceram-me  umas deste género:

Não fiquei muito confiante porque a peça amarela é removível. Imaginei logo os gémeos a retirarem-na e a coloca-la na boca. Acabei por comprar uma escovas normais. Optei pelas da Chico porque achei que eram as mais macias agora para os primeiros tempos. Mas existem inúmeras à escolha para todos os gostos e feitios. Os gémeos adoram-nas e começam num berreiro quando lhas tiramos.

2015-11-19 11.39.03.jpg

 

2015-11-19 11.38.46.jpg