Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Este português...

O segurança liga-me:

-Dª Catarina tenho aqui um sr. da JLC para si.

-Para mim não deve ser.

-Mas o sr. tem na folha que se deve diriguir ao seu cuidado.

-Não conheço esse transportador. Vem recolher, vem entregar?

-O sr. diz que vem cá todos os dias recolher. - diz-me o porteiro, após falar com o motorista

-Como é que me disse que se chamava a trasportadora?

-JLC.

-Por acaso não será GLS?

-Também se pode ler assim.-diz-me o segurança.

Não é só o peixe que tem memória curta

No fim-de-semana, o marido desabafava que estava farto dos desenhos animados que os mais velhos vêm. Não digo que não compreendo porque, de facto, os bonecos de hoje em dia são abomináveis, não tem pés nem cabeça, as histórias são parvas. Eu disse histórias, quais histórias, estes bonecos nem sequer tem uma história.

Mas voltando às reflexões do marido. Explicava que até gostava de bonecos, tirando os do CN, e que quando eles eram pequenos não lhe fazia diferença ver os desenhos animados. Eu não consegui deixar de rir e pensar como tem memória curta.

Eu, que tenho uma memória um pouco melhor, lembro-me que já não podiamos ouvir a  frase " Miska Muska Mickey Mouse". Passaram uma fase em que tinhamos todos os episódios da casa do Mickey gravados,assim que acabava um era só colocar outro, que enjoo.

Depois foram os little einsteins, o Igloglo, o wubbzy, o lazy town, o panda vai à escola, os caricas.

Podia ficar aqui o dia todo a escrever nomes de bonecos que nos encheram os dias, que nos torraram a paciência. Bonecos que ainda hoje sei as musicas de cor.

O pior de tudo é que provavelmente os gémeos irão querer estes mesmos bonecos. Daqui por uns tempos vou ouvir o marido dizer que já não suporta a musica da Casa do mickey mouse, vai uma aposta?