Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Tempo para falar.

Passamos o Domingo em casa de uns amigos. Entramos no carro para regressar a casa e ao fim de meia dúzia de curvas estavam os quatro a dormir.

Uns metros mais à frente o marido pergunta se deveríamos ir pela auto-estrada ou pela estrada nacional. Eu respondi-lhe que era indiferente. Ele olhou para mim e disse vamos por baixo.

- Assim dormem mais um bocado.- dissemos os dois ao mesmo tempo.

Estávamos ambos a pensar o mesmo mas com receio de dizer, talvez com medo de parecermos maus pais. Mas a verdade é que, por vezes, éramos capazes de matar alguém por um minuto de silêncio.

Ambos adoramos os nossos filhos mas é dose fazer uma viagem, mesmo que curta, com os quatro num carro. Ainda por cima agora estão numa de musica, só querem ouvir musica. O Leonardo que segue na terceira fila de bancos está sempre a pedir a musica mais alta para conseguir ouvir. Temos que ver se dá para colocar uma colunas pequeninas na bagageira para que o volume do rádio possa estar mais baixo.

Voltando a viagem. Viemos pela nacional, desligamos o rádio, demoramos mais uma meia hora mas foi uma meia hora em que pudemos falar os dois, sem sermos constantemente interrompidos. Chegamos a casa muito mais bem dispostos, nós e os miúdos. 

As nossa conversa agora são assim, pequenos momentos roubados aqui e ali. Por vezes ficam coisas por dizer, outra vezes ficam conversas a meio.  

 

 

Faz hoje um ano...

Faz hoje um ano que obriguei o vosso pai a colocar os ovos no carro. Chegamos ao hospital, a médica perguntou como é que vocês estavam e eu respondi que estavam prontos para vir para casa. A médica perguntou à enfermeira e esta confirmou que estavam prontíssimos para vir para casa. O meu coração quase que parou, fiquei eufórica, finalmente a família iria ficar completa.

Preparamos tudo para a alta, fomos buscar os vossos ovinhos para fazerem o testes da apneia. Vocês portaram-se lindamente e nós recebemos recebemos aquele papelinho mágico para vos podermos trazer connosco.

Faz hoje um ano que beberam o primeiro biberão em nossa casa. Lembro-me que não beberam quase nada. O vosso pai ficou todo chateado, dizia que eu tinha tido pressa de vos trazer. Lá percebemos que deviam estar cansados. Afinal não é todos os dias em que se dá o primeiro passeio de carro e estava tanto calor. Dormiram as três horas seguintes e na hora do outro biberão já eram os bebés famintos a que estávamos habituados.

Foi um dia de primeiras coisas. Primeira vez que partilharam o berço, sim porque durante os três primeiros meses vocês dormiram juntinhos. Primeira vez que vos aconcheguei na vossa caminha. Primeira vez que acordei de noite para vos dar biberão, devo dizer que nunca fiquei tão feliz por acordar de 3 em 3 horas. Primeira vez que ouvi o vosso choro em casa. Primeira vez que ligamos os intercomunicadores para vos ouvir. Primeira vez que dei com os vossos irmãos a olharem, enamorados, para vocês a dormir.

Este dia fica para sempre na nossa memória, não foi o final da batalha mas foi uma nova etapa.

A primeira batalha começou assim.

 

fotografia 1.JPG

fotografia 3.JPG

 

E terminou assim

 

IMG_0192.JPG

IMG_0197.JPG

IMG_0201.JPG

 Já viram como cresceram em 24 dias. Obrigado meus filhos por nos ensinarem uma lição de vida tão grande.

 

Ontem foi dia de parque.

Ontem fomos conhecer o Jardim do Cerco. Viemos encantados de lá. É um parque lindo, bem cuidado. As arvores são enormes e proporcionam-nos uma sombra fresquinha, nestes dias tão quentes de Verão.

Os meninos gostaram de percorrer os corredores, diziam que eram labirintos. O Leonardo encontrou um lago dos desejos e à saída disse que tinha desejado ser rico. Explicamos-lhe que tinha que dar uma moeda ao lago para se realizar e ele disse que da próxima vai trazer uma moeda.

Os miúdos adoraram ver os peixes no lago e o antigo poço. Mas o que adoraram mais que tudo foi o parque infantil, fartaram-se de brincar, correr e saltar. Até os mais pequenos tiveram direito a algumas diversões. Colocamos-los nos baloiços a pensar que iam estranhar mas ficaram logo com um sorriso na cara.

 

2015-08-03 11.39.46.jpg

O difícil foi quando tiveram que sair.

20150802_110507.jpg

Os nossos 4reizinhos.

20150802_110456.jpg

O Guilherme a empurrar os manos. Gosta tanto de brincar com eles.

 

Deixo-vos mais uma fotos do parque.

 
 
 
 
 
 
 
 
Resultado de imagem para jardim do cerco mafra

 

Pág. 5/5