Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Acabou-se o sossego!!!!!!

Por aqui acabou-se oficialmente o sossego. Os gémeos não param, ora estão a brincar e entalar os dedos nas gavetas, ora estão a brincar e entalar os dedos nas portas, ora estão em pé agarrados ao sofá.

Nós corremos a apanhar um que está a arrancar folhas da planta e a por na boca. Quando chegamos ao pé do primeiro vemos o outro a chorar porque se aleijou na porta. Pousamos o primeiro para acalmar o segundo e o primeiro aproveita para se por em pé agarrado a alguma coisa. Como ainda não tem muita força, o primeiro acaba por cair ao tentar por-se em pé, nós largamos o segundo para pegar novamente no primeiro. O segundo aproveita imediatamente para fazer outra asneira. Ufa...

Não saem do quarto dos irmãos, eu morro de medo por causa das peças pequenas. Estou sempre a perguntar se não tem peças espalhadas no chão, a resposta é sempre não mas no outro dia fui dar com o Santiago com cone de transito dos Playmobil na boca. Reforço que não pode haver peças pequenas no chão, por favor verifiquem debaixo dos móveis.

Podíamos contar com uns breves minutos de sossego quando os prendíamos nas espreguiçadeiras mas o Salvador aprendeu a sair dela e já ninguém o prende. Já por varias vezes o tinha apanhado a tentar descer da mesma mas nunca tinha visto como é que ele se conseguia soltar. O marido começou a encostar a espreguiçadeira ao sofá para ele não cair para trás mas não foi a melhor das ideias. Hoje apanhei-o a fazer isto.

 

 

Ideia brilhante

Nas férias fui passar uma tarde com umas antigas colegas do hospital. Acabamos por entrar todas no supermercado porque eu necessitava urgentemente de compras. Estava eu a tentar empurrar o carrinho dos gémeos com uma mão enquanto que com a outra puxava o cesto das compras quando uma das minhas colegas me disse para tentar enfiar a pega do cesto na pega do carrinho.

Uma ideia absolutamente genial que tenho utilizado sempre que vou às compras, fico com ambas as mãos livres e o cesto vai agarrado ao carro. Só não podemos andar mesmo atrás do carro, o nosso corpo tem que estar desviado para um dos lados para não irmos aos pontapés ao carro.

Vou por uma foto para que vejam pois não sei se me expliquei bem. Não sei se será possível noutros modelos de carrinhos mas no nosso funciona bem porque tem umas pegas finas.

 

20150701_172034.jpg

AH, já me esquecia. Descobri para que serve a terceira pega!