Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Papel, qual papel?

Confirma-se o papel foi colocado no lixo e não existe hipótese de ser salvo.

O marido perguntou-me se eu não sabia qual era a roupa que tinha que levar? Claro, eu com a minha super cabeça  que mais parece um computador com todos os gigas de memória preenchida, tenho agora de tentar relembrar o que dizia o papel.

A outra hipótese é ligar à educadora a perguntar, mas parece mal. Penso que a educadora já acha que eu sou doida, imaginem agora ligar para ela e dizer que o papel "no were to be found".

A ultima hipótese é leva-lo à festa com a roupa que me recordo mas corro o risco de levar vestido incorrectamente e ai será a escola inteira a olhar-me de lado...

Já sei, primeiro vou ver se a mãe me ajuda a relembrar o que dizia o papel, afinal duas cabeças pensam melhor do que uma.

A está hora da manhã e já estou danada.

Assim que me levantei fiquei logo com vontade de estrangular o marido. Ontem coloquei um papel em cima do móvel da entrada, esse papel era da escola do Leonardo e trazia a descrição da indumentária para a festa de final do ano, no próximo dia 11. Hoje assim que acordei reparei que o papel não estava onde o deixei. Já procurei por todo o lado e não encontro. Conhecendo o marido como conheço e as suas manias da arrumação ( coisa que herdou de mim mas elevou a um patamar muito superior) tenho a certeza absoluta que nem sequer olhou e colocou o papel no lixo. A minha primeira reacção foi procurar nesse sítio mas deparei-me com o caixote vazio.

Previsão de resultado: papel definitivamente perdido.

Ainda não confrontei o marido, estou à espera de ficar mais calma.