Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Tanta coisa nova

Quem diria que num terceiro e quarto filho iríamos aprender tanta coisa. Começou logo pelo internamento na neonatologia, incubadoras, sondas, máquinas e mais máquinas, tanta coisa nova. Depois vieram os percentis minúsculos, eu habituada a bebés de percentil 75 de repente tenho dois micro seres com percentil 3. De seguida, as doenças...a pieira, a falta de ar. As máquinas de Aerosoles, as câmaras de expansão. Nos que nunca tínhamos precisado de nada de isto. De repente usamos Ventilan, Rosilan, Atrovent, FLuxotaide tudo coisas desconhecidas. Quando pensamos em ter um terceiro filho pensamos que seria mais fácil, já tínhamos experiência de dois. Embarcamos nesta aventura mas o destino pregou-nos a partida dos gémeos e então tudo mudou.

 A única coisa que tenho a dizer é que mesmo assim ainda conseguimos aplicar algum dos conhecimentos dos mais velhos neste meninos. Acho que quem tem gémeos numa primeira gravidez ainda devem passar mais dificuldades que nós. Para nós existem muitas coisas novas mas para pais de primeira viagem é tudo novo. Os pais de gémeos são uns seres muito corajosos.