Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Todos diferentes

É engraçado ver como seis seres todos com personalidades diferentes se entendem debaixo do mesmo tecto. Sim porque todos temos as nossas qualidades e defeitos e por vezes é muito difícil aceitar certas coisas. Ora vejamos, eu sou completamente obsessiva mas comprovadamente, só para terem uma ideia, quando vou estender roupa cada peça de roupa tem que ter duas molas iguais ( da mesma cor e feitio). Para mim tudo tem uma ordem, quando me levanto tenho que fazer as coisas por aquela ordem e se por algum motivo alguma coisa foge a regra então podem ter a certeza que alguma coisa vai ficar esquecida. Sei que não é saudável mas com estas crianças todas e milhões de coisas para fazer se não for assim isto descamba tudo. Vou tentando não me irritar tanto quando as coisas estão desarrumadas ou sujas afinal são crianças  e tem que desarrumar. 

O marido é um stressado, tem um trabalho stressante e não é muito bom a deixa-lo à porta de casa. Joga a bola, corre mas mesmo assim não se livra do stress. Para ajudar apanhou alguns tiques da mulher no que respeita à limpeza e arrumação, pelo que é mais um que arranca os cabelos quando vê tudo desarrumado. Houve uma altura que tínhamos um cão em casa e posso dizer-vos que lavávamos o chão 3 ou 4 vezes por  dia. Completamente loucos.

Depois temos o Guilherme, o primogénito, tem sete anos e é extremamente meigo. Tem hiperactividade (muito reduzida) e défice de atenção. É uma criança muito protectora com os mais novos e muito carinhosa com os pais. Passa a vida a dizer: Mãe adoro-te, Pai adoro-te. Começa a ter alguns desentendimentos com o Leonardo mas até acho que é saudável porque fazia as vontades todas ao irmão.Não consegue distinguir os gémeos passa a vida a perguntar este é o Salvador? Não. À então é o Santiago quase que acertava. Outras vezes faz batota e lê as fitas das chuchas.

O Leonardo...Neste momento é a figura mais caricata da casa. Acha que ele é que manda lá em casa, se bem que no fundo acho que é totalmente verdade embora nós digamos que não. Bate no irmão quando não faz o que ele quer. bate no irmão quando a mãe não faz o que ele quer. Bate no irmão quando este lhe ganha a um jogo. Digamos que não tem uma personalidade fácil. Só come o que quer e quando quer e venham lá castigos. Já o deixamos sem comer o dia todo, não resultou. Pusemos-lo de castigo deitado na cama sem brincar e ver televisão, nem se importou simplesmente dormiu. Já o subornei, já o ameacei e sinceramente nada resulta. Tira-nos do serio este miúdo. Anda sempre a cantar e passa a vida a acordar os gémeos. Consegue distinguir os irmãos já o tentamos confundir mas não resulta sabe bem do que fala.

Por fim temos os gémeos iguais mas tão diferentes. O Santiago nasceu primeiro e maior é o meu bebé chorão. Prefere o biberão à sopa. Não gosta da cadeira de comer.É mais piegas e ciumento chora quando vê o irmão ao colo. É pachorrento se o deitarmos no chão mexe-se mas pouco.Também é mais risonho basta um toque e começa logo as gargalhadas, e que gargalhadas deliciosas. Dá sorrisos para toda a gente é um bem disposto.

 O Salvador nasceu com menos 500g que o irmão mas já o apanhou. A minha máquina enfardadeira come sopa e fruta como gente grande, as vezes já comeu a  dele  experimento dar-lhe o que o irmão não quis e ele come. Se o deitarmos no chão começa a rebolar, a rebolar e só para com algum obstaculo.Só quer estar em pé a treinar as pernas. Já se começa a antever uma personalidade mais traquina pode ser que venha fazer frente ao Leonardo ou talvez não. O Leonardo diz que gosta mais do Salvador, não nos perguntem porque, às tantas anda se aliam os dois e nos os  restantes estamos feitos.