Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Senhores doutores por favor entendam-se

No passado mês de Janeiro fui a uma consulta de saúde infantil no posto médico com os gémeos e confesso que vim de lá muito mal impressionada com a médica. Ficou muito insatisfeita por os meninos ainda não passavam os brinquedos de uma mão para a outra, igualmente reforçou que já se deveriam começar a sentar. Bem sei que por esta altura os meninos estavam a fazer os seis meses mas os médicos sempre nos disseram que no caso dos prematuros o desenvolvimento era diferente. Aliás sempre nos foi referido que só depois do ano e que se deixaria de notar que os meninos eram prematuros. Pelo que não liguei muito ao que a doutora disse. Hoje foi dia de neonatologia e aproveitei para perguntar o que achavam do desenvolvimento dos meninos. A resposta foi que estavam muito desenvolvidos. Aproveitei para referir a opinião da doutora do posto médico e recebi uma expressão muito chocada em troca. Mãe referiu que os meninos nasceram com 33 semanas? Claro que sim! Pois mãe eu até tenho vergonha desse tipo de comentários, os meninos estão a desenvolver muito bem não há nada com que se preocupar. Afinal o que se passa com estas opiniões tão diferente... Os meninos tinham dois meses e apareceram-lhes borbulhas brancas pelo corpo todo, fui ao médico e disseram-me que eram fungos. Toca a barrar os miúdos com canesten 3 vezes ao dia, acontece que as borbulhas não passavam. Fui novamente ao médico e disseram-me que eram bolas de sebo normal nos bebés ( nos meus outros dois nunca tiveram) que passava com o tempo. Verdade seja dita passou mas andei a besuntar os miúdos com pomada desnecessariamente. Já quando foi do Leonardo tive o mesmo problema, ia com ele as urgências com otites atrás de otites. Um medico dizia para por água do mar para bebés no nariz para desentupir. Na semana a seguir voltava a urgência é referia que estava a por água do mar. Mãe a água do mar empurrar o ranho para o nariz e provoca otites, nada de água do mar só soro. A dada altura uma médica receitou uma vacina bebível assim que a começou a tomar ficou muito doente, voltei as urgências e a médica de serviço disse-me que o menino não devia tomar aquilo. Meses mais tarde fui a uma consulta de alergologia com o Leonardo e para meu grande espanto a médica fala-me da dita vacina bebível para melhorar a alergia e prevenir as otites. Expliquei-lhe o que tinha acontecido e a doutora informa-me que pode dar-se o caso de se piorar nos primeiros dias, tal como por vezes ficamos constipados depois da vacina da gripe, mas que devemos continuar a tomar. Agora pergunto eu, se eles são todos doutores porque é que não se entendem?