Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

10 anos de Leonardo

Família-96.jpg

Meu filho hoje casas os anos, dez anos de existência. Parece que ainda ontem te carregava no meu ventre, cheio de pressa de vir ao mundo. Assim és tu. Não és apressado nem inquieto mas tens uma sede imensa de conhecimento. Tiveste pressa de nascer, pressa de andar. Bastava olhar para ti e todos nós percebíamos a curiosidade de brotava dos teus olhos. Eras tão especial que cada vez que estavas doente a avó Alice dizia para ter muito cuidado porque parecia que não pertencias a este mundo.

 

Eras teimoso e opinativo desde a mais tenra idade. Sempre soubeste o que querias e não desistias até o conseguires. Passavas horas a montar puzzles para uma idade muito superior à tua. Quando este deixava de ser um desafio viravas as peças e montavas o puzzles com a imagem virada para o chão. Aos três anos convenceste a avó que sabias ler. Reconhecias palavras como morango, banana, jogos, sim, não. Deram-te um iogurte para as mãos e tu disseste morango enquanto apontavas para a palavra. Quando te fui buscar estava tudo radiante porque tu já sabias ler. Foi uma risota geral nesse dia.

 

Tal como foi uma risota quando, uns dias depois, roubaste um pedaço de pão da mão da senhora que o estendia à neta. Foste educado e disseste obrigado enquanto abalavas com o pedaço de pão na mão. Ainda hoje sorrio quando me lembro.

 

Na creche foste difícil. A educadora desesperava contigo. Dizia que não comprava brigas porque não tinha pulso para lidar contigo. Cinco anos e ela tinha medo de te enfurecer. Andavas frustado e ninguém percebia porquê. Fomos encaminhados para fazer uma avaliação que só confirmou o que já sabíamos no fundo. Estavas muito avançado para a idade e a creche não constituída desafio para ti. Assim foste para o primeiro ano com cinco anos e o teu comportamento mudou do dia para a noite. A alegria voltou ao teu olhar. O entusiasmo de aprender a ler e a fazer contas. Estás sempre pronto a aprender, queres sempre saber mais e mais. Só é pena essa tua ambição de teres de ser o melhor. Espero que com o tempo percebas que não interessa ganhar ou perder mas sim o participar. É que muitas vezes não participas só para não correres o risco de não ganhar. Compreende que o meu orgulho por ti é independente do que vais alcançar na vida. Vou amar-te para sempre. 

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Catarina 17.12.2019

    Obrigada vou espreitar
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.