Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Um numero que não para de crescer.

O numero de mortos não para de subir e acho que todos nos questionamos sobre quantos mais mortos ainda estarão  por descobrir. Ontem passei o dia agarrada à televisão, tinha muito para fazer mas não conseguia desviar os olhos daquelas noticias. Ainda hoje me questiono se é verdade ou apenas um pesadelo. Arrepio-me cada vez que oiço falar nas fatalidades, nos feridos, na área ardida. Choro pelas pessoas e pela natureza perdidas.

As redes sociais estão inundadas de pedidos de informações sobre o paradeiro de pessoas que estavam de férias na zona. Sinto um nó no estômago perante a nossa impotência. Questiono-me vezes sem conta como é possível isto ter acontecido?

Por outro lado existe uma coisa boa sair desta tragédia. Vejo uma onda crescente de solidariedade, quer para com os bombeiros que arriscam as suas vidas diariamente, quer para com aqueles que perderam tudo. Fico tocada. Afinal somos um povo unido e com um coração grande. Juntem-se a esta luta e ajudem com o que possam. Lembrem-se que até um litro de água pode fazer a diferença na vida de alguém. 

 

1 comentário

Comentar post