Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Quatro Reizinhos

Uma mãe obsessiva, um pai muito stressado e 4 filhotes. O mais velho hiperativo, o segundo com um feitio muito particular e dois bebes gemeos. Tanta cabeça debaixo do mesmo tecto não pode dar coisa boa.

Tenho chegado tarde a casa

A culpa destes atrasos é da piscina de bolas que existe na escola. Todos os dias atrai os pequenos com o seu canto de sereia e depois é me impossível convence-los a sair. Tento conversar, pedir, ameaçar que me vou embora mas nada resulta. Tão pouco resulta tira-los à força porque enquanto tiro o segundo o primeiro volta a entrar. Já desisti limito-me a deixa-los brincar enquanto contemplo a felicidade deles.

PE_20170509_064400.png

PE_20170509_064422.png

PE_20170509_064435.png

A mãe e os parque infantis

A mãe continua a ter uma criança dentro dela. Adora andar de baloiço e não diz que não ao escorrega. A mãe aproveita o facto de os pequenos estarem a passar a fase do medo do escorrega e escorrega em comboio com eles, só para lhes tirar o medo nunca para diversão.

A mãe gosta de procurar parque infantis vazios para poder ensinar o mais velho a fazer cambalhotas nos ferros sem que os outros pais olhem para ela de uma forma estranha. A mãe gosta de se divertir e brincar com os rapazes mas certas pessoas não vêm isto com bons olhos.

A mãe é tão criança que a primeira coisa que faz quando chega a um parque de areia é...

PE_20170426_070037.png

Tirar os sapatos e andar descalça o tempo todo. Depois não quer que as outras pessoas a olhem de lado.

O macaco

Estava em casa e ouvi um dos pequenos a fazer ruídos.

- Uh uh ah ah...

Entrei na sala e vejo um dos pequenos sentado no chão. Estava de costas para mim e não conseguia ver o que  estava a fazer.

- Salvador que estas a fazer?

Ele voltou-se para mim com um enorme sorriso maroto no rosto e espetou o seu dedo no ar. No cimo do dedo tinha uma substância verde e exclamou:

- Uma macaco! Uh uh ah ah.

Não vou esquecer o facto de o meu filho estar a brincar com um  macaco mas como temos que ver sempre o lado positivo pelo menos não o comeu.

Estas férias foram recheadas de cenas épicas como estas.